Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$
Fama

Após Bolsonaro criticar trabalho, ex-BBB Mahmound pergunta: 'se formou onde?!'

domingo, 10/03/2019, 22:05 - Atualizado em 10/03/2019, 23:05 - Autor:


Recentemente, o atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL), resolveu criticar no Twitter, de forma comparativa, o trabalho feito pelo pesquisador Mahmound Baydoun com algumas pesquisas apresentadas na Coréia do Sul. 


"Coréia do Sul lidera mundialmente o investimento em pesquisas e desenvolvimento de projetos (startups), enquanto que os mesmos setores no Brasil em simpósios de como fazer sexo anal sem sentir dor. Se depender de mim, a prioridade e seriedade terão outro direcionamento em breve", publicou o presidente. 


 




 


O pesquisador Mahmound Baydoun, que também é ex-BBB, rebateu a crítica do presidente ao saber da publicação.


"Eu nem sabia que o “presidente” tinha tweetado meu trabalho sobre anodispareunia resultado de uma pesquisa realizada no curso de sexologia da USP. O trabalho foi apresentado em Campinas e em Praga no Congresso Internacional de Saúde Sexual. E você presidente, se formou onde?!", questionou Mahmound.


 




 


“Como sexólogo, tenho como missão melhorar a vida sexual das pessoas. Muitas se abrem e me permitem entrar na vida privada delas para alcançarem bem-estar emocional e satisfação sexual que é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um marcador de qualidade de vida.


Como presidente @Jairbolsonano vc não tem como função intervir na vida privada das pessoas. Sua função é cuidar da vida pública, aumentar a empregabilidade, lutar contra a corrupção etc. Algo que vc não tem feito. Mas eu não me meto no seu trabalho. Então não se meta no meu!!


Ah!! E mais uma coisa, Sr. @jairbolsonaro eu tirei 10 no TCC que originou esse trabalho- algo que não é fácil na USP. E só usei referências em inglês para escrever o mesmo, pq não sei se sabe, mas eu falo 5 idiomas- algo que no mínimo deverias dominar como presidente de um país", completou o pesquisador.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS