Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$
Fama

Netinho sai em defesa de Bolsonaro e Manno Góes dispara: 'bicha burra'

quinta-feira, 07/03/2019, 22:10 - Atualizado em 07/03/2019, 22:48 - Autor:


Depois que Daniela Mercury escreveu uma carta aberta ao presidente Jair Bolsonaro, sobre a Lei Rouanet, a cantora acabou sendo criticada indiretamente pelo cantor Netinho que, logo em seguida, recebeu uma alfinetada do músico Manno Góes, autor do hit 'Milla', que fez sucesso na voz de Netinho. 


“Eu nunca usei Lei Rouanet, nem quero. #EleSim me recebeu respeitosamente e não fui lá pedir nada, reclamar nada. Fui lá apenas para dizer a ele que se recuperaria da facada que recebeu”, escreveu Netinho no Instagram. 


 


Visualizar esta foto no Instagram.

Bolsonaro me recebeu em sua casa no Rio, de chinelos, bermuda, na maior simplicidade, foi sincero, direto e muito bem humorado. Esse sim É O CARA! Não faz o “toma lá dá cá!” 👉🏼😎 SEM MAIS, SEM MI MI MI! #netinho #netinho30anosdecarreira #cantor #patriota #rouanetnão #acabouamatata #hipocrisianão #mentiranão #máscarascaindo #ética #respeitoàmúsica #rouanetparaquemprecisa #salvador #bahia #nordeste #brasil #brazil #amamataacabou #apanelinhaacabou #bolsonaropresidente #bolsonaro2022 @jairmessiasbolsonaro @flaviobolsonaro @bolsonarosp @carlosbolsonaro @brasil_patria_amada @thecluebrasil @gayscombolsonaro @mulherescombolsonaro @brasilparalelooficial @joicehasselmannoficial @depheliolopes @nordestebolsonaro #bolsonarotemrazão

Uma publicação compartilhada por Netinho (@netinhooficialbrasileiro) em



 


No entanto, o que ele não esperava era a resposta do músico e ex-amigo, Manno Góes. 


“Desculpa aí, galera; mas a Milla que eu compus é Daniela Mercury futebol clube, tá? A Milla da música é amor! É liberdade! É diversidade! Jamais seria tortura, homofobia, xenofobia, preconceito. Jamais seria ligada à milícia ou laranjas. A música ‘Milla’ tem que estar conectada ao lúdico, alegre, divertido, adolescente, amoroso… jamais a essas pessoas horríveis que admiram Bolsonaro e criticam colegas de trabalho por pura maldade, inveja ou burrice.", escreveu Manno. 


Manno diz que Netinho se tornou uma vergonha para a música e é um exemplo de retrocesso por conta do seu posicionamento. "O problema de Netinho é o que ele virou. Um rapaz que rebate sua colega de profissão, Daniela, com memes e ironias, por ela querer defender o diálogo. Um rapaz que virou um constrangimento. Um outdoor de vergonha e retrocesso medieval. Esse rapaz de hoje jamais faria sucesso com Milla. Para ele, a história de Milla ficou pra trás”.


No texto, o ex-músico do Jammil proíbe que Netinho regrave Milla ou Pra Te Ter Aqui e concluiu o texto chamando o ex-amigo de ‘Bicha burra’.


“A Milla da música não tem nada haver com o personagem constrangedor que Netinho virou. Que NUNCA MAIS vai gravar Milla, ou Pra Te Ter Aqui, ou qualquer coisa que eu compuser. Não quero estar perto dessa gente que posa de gente, que fala de um Deus malvado, que apoia Ustra! Qual o sentimento que é pra gente ter sobre Netinho? Pena, constrangimento ou vergonha alheia? Naufrague com sua maldade, Netinho. Se achasse que você só está ainda doente, não te escreveria isso. Você está são e completamente conectado com esse governo inacreditavelmente perverso. Nao me chame de amigo. Não sou seu amigo. Não quero mais ser seu amigo. Você não merece Milla. Bicha burra”.


CONFIRA O TEXTO COMPLETO NA ÍNTEGRA:


 



(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS