Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


29°
R$
Fama

Gisele Bündchen revela que já sofreu de ansiedade e pensou em se matar

quarta-feira, 26/09/2018, 12:35 - Atualizado em 26/09/2018, 12:47 - Autor:



Marido e dois filhos maravilhosos, uma carreira de extremo sucesso no mundo da moda, beleza, dinheiro. Por mais perfeita que pareça a vida da top Gisele Bündchen, as coisas nem sempre foram tão fáceis para ela. Em entrevista à People, a modelo de 38 anos desabafou que já pensou em suicídio. “As coisas podem parecer perfeitas do lado de fora, mas ninguém tem ideia do que realmente acontece”, desabafou.

Ela conta que recebeu duras críticas no início da carreira, quando tentava se consolidar no mundo da moda. “Me diziam que meu nariz era muito grande e meus olhos muito pequenos e que eu nunca estaria na capa de uma revista.”

A história dela só mudou em 1997, quando desfilou de topless para Alexander McQueen, e virou capa da Vogue. Depois do contrato de 25 milhões de dólares com a Victoria’s Secret, namoro com Leonardo di Caprio e muito assédio da mídia internacional, a ansiedade tomou conta da beldade.

Na entrevista, ela afirma que teve a primeira crise de pânico em 2003 e que depois disso as coisas começaram a piorar, já que sentia medo em túneis, elevadores e outros espaços fechados. “Me senti desamparada. Seu mundo parece menor e menor e você não consegue respirar”, relatou.

Convivendo com a crise do pânico, a modelo chegou a pensar em suicídio. “Eu realmente tive o desejo de só pular de um prédio e nunca mais ter que me preocupar com esses sentimentos.”

Tratamento com antidepressivos e antiansiolíticos foram receitados pelo médico que ela procurou. Mas Gisele resolveu não aceitar e fez uma mudança radical na vida que levava. “Eu fumava, bebia vinho e tomava café todos os dias. Parei com tudo do dia para a noite.”

O relato completo está na autobiografia da modelo, que será lançada em outubro.

Fonte: Metropoles

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS