Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
VAZAMENTO DE ÁUDIOS

Maradona era dopado para não usar drogas e fazer sexo

O país acompanha os áudios do médico, Leopoldo Luque, que atendia o ex-jogador

quinta-feira, 04/02/2021, 16:21 - Atualizado em 04/02/2021, 16:21 - Autor: Com informações UOL


| Reprodução

A Argentina amanheceu nesta quinta-feira (4) em choque com os detalhes surgidos sobre a morte de Diego Armando Maradona, em novembro do ano passado. 

O país acompanha perplexo os vazamentos dos áudios do médico, Leopoldo Luque, que atendia o ex-jogador. Entre outras coisas, a gravação revelou Leopoldo insultando uma filha de Diego, "Jana é uma idiota de merda", e confirmar que Maradona fumava maconha diariamente. 

Quando todos pensavam que o escândalo parava por aí, uma nova avalanche vazou. O portal portenho Infobae e a TV América revelaram mais áudios de Luque sobre os meses finais do ex-jogador. Luque contou que Maradona era "dopado" por Charly [primo de Rocío Oliva, última namorada do Diez], e que, com Diego apagado, mulheres eram chamadas à sua mansão.

VEJA TAMBÉM!


"Charly levava uma mulher diferente por dia, e para fazer isso, tirava Diego de cima com maconha e cerveja. O quebrou em mil pedaços", afirmou Luque no áudio revelado pelo Infobae.

"Diego acordou com toda a ressaca, fumou maconha, tomou vinho e remédio", disse outro áudio de Luque, pois falava de autópsia um mês antes da morte de Diego: "Já disse a Maxi [sobrinho do Diez] que se há autópsia, sai isso", seguiu, sobre o uso contínuo de maconha nos meses finais do ex-jogador. No entanto, a autópsia oficial não indicou drogas no organismo de Maradona. 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

Para quem vai sua torcida no BBB21?

MAISACESSADAS