Diário Online

Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
23°
cotação atual R$
DE VOLTA

Dispensado pelo SBT, Cabrini é recontratado pela Record

No SBT desde 2009, Roberto Cabrini voltará a ser contratado da Record em novembro.

sábado, 10/10/2020, 09:46 - Atualizado em 10/10/2020, 09:45 - Autor: Com informações de UOL


Imagem ilustrativa da notícia Dispensado pelo SBT, Cabrini é recontratado pela Record
| Divulgação

Um dos maiores repórteres da televisão brasileira, o jornalista Roberto Cabrini  é o mais novo contratado da Record. Ele volta à emissora 11 anos depois de tê-la deixado, em 2009, juntamente com Eliana Michaelichen, em uma debandada provocada pelo SBT, na época ferido pela perda de Gugu Liberato (1959-2019).

Cabrini, de 60 anos, foi dispensado pela rede de Silvio Santos em 21 de setembro, mas cumpre contrato até o fim deste mês. Ele começa na Record em novembro. Isso quer dizer que não ficará desempregado nem um dia.

O jornalista passará a ser responsável pela Grande Reportagem do Domingo Espetacular, documentários de média duração, exatamente o que fazia em 2009.

O Notícias da TV apurou que Cabrini volta com status diferente. Desta vez, ele será contratado como celetista, com carteira assinada.

A emissora de Edir Macedo gosta muito de seu trabalho e, desde o momento da confirmação do fim do vínculo com o SBT, havia uma torcida internamente que endossava a sua contratação.

Na rede de Silvio Santos, Roberto Cabrini apresentava o Conexão Repórter nas noites de segunda-feira, um programa com alto custo de produção, mas com retorno em publicidade inexistente.

A prioridade do jornalista sempre foi entregar reportagens e entrevistas que reverberaram em emissoras concorrentes. Internamente, o Conexão sempre foi muito bem avaliado, mas a nova ordem do SBT é não manter no ar produtos que não trazem retornos financeiros.

Além de Cabrini, nomes como Rachel Sheherezade e Lívia Andrade tiveram os seus acordos com a rede de Silvio Santos encerrados nos últimos dias. Em crise, com programas paralisados e o fim do núcleo de dramaturgia, a emissora SBT deve dispensar cerca de 500 funcionários até o fim deste ano.

Roberto Cabrini trabalhou na Record nos anos de 2008 e 2009. Antes, teve passagens como âncora, repórter especial e correspondente por Band, Globo e pelo próprio SBT.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

Para quem vai sua torcida no BBB21?

MAISACESSADAS