Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
ESTREIA

Atores de 'Sob Pressão' encararam o medo da Covid em especial

Série terá episódios em um hospital de campanha do Rio de Janeiro, no auge das contaminações

segunda-feira, 05/10/2020, 20:15 - Atualizado em 05/10/2020, 20:15 - Autor: FOLHAPRESS


| Divulgação

A vida imita a arte -ou o contrário. Pelo menos é o que fez o seriado "Sob Pressão", que voltou aos estúdios durante a atual pandemia para gravar um especial de dois episódios, centrados, justamente, na crise do coronavírus, que ainda assombra o Brasil.

"Sob Pressão - Especial Covid" estreia agora na Globo pondo seus protagonistas num hospital de campanha do Rio de Janeiro, no auge das contaminações no país.

Entre a terceira temporada da trama, finalizada em junho do ano passado, e essa nova dupla de episódios, os médicos Evandro e Carolina -personagens de Julio Andrade e Marjorie Estiano- foram para a Amazônia fazer trabalho voluntário. Diante da crise sanitária, no entanto, eles são convocados às pressas para ajudar no combate à doença.

A série então permite ao público dar um mergulho nos corredores hospitalares congestionados e fatigantes dessa nova realidade que se instaurou nos sistemas de saúde mundiais nos últimos meses.

"Eu recebi o chamado para voltar à série e eu não podia negar, achei que era uma história necessária para o momento", diz Andrade, por telefone. "É claro que eu tinha receio e medo de voltar ao estúdio, mas ao mesmo tempo a necessidade de contar essa história me fez aceitar o convite, para mostrar esse lado da pandemia que se passa dentro dos hospitais, onde o jornalismo e os familiares não entram."

O ator diz que, se fosse convocado a voltar às gravações de uma novela ou de qualquer outro programa apartado da atual situação sanitária, provavelmente ficaria com um pé atrás. Mas a temática e o cenário deste novo "Sob Pressão", conta, o ajudaram a superar o temor.

"Eu topei o trabalho porque a gente ia estar o tempo todo paramentado, mesmo em cena, usando proteção. Se fosse diferente, talvez eu não fizesse esse especial."


Diferente de outras tramas que precisaram adaptar seus roteiros a fim de diminuir o contato e a presença de atores ou buscar soluções de tecnologia para retomar a produção, "Sob Pressão" tem como trunfo o fato de acompanhar profissionais da saúde, dentro de um hospital.

O uso de máscaras e luvas e a higienização constante puderam entrar facilmente no seriado, sem comprometer sua história e seus personagens. Além das medidas de proteção no set de filmagem, o elenco também foi testado para a doença duas vezes por semana.

Para as gravações, a Globo construiu um hospital de campanha cenográfico e teve a ajuda do médico Marcio Maranhão, consultor de "Sob Pressão" desde sua temporada inicial. Na dupla de episódios, o público vai se deparar com dramas que inundaram os noticiários nos últimos meses –como os dilemas trazidos pela falta de respiradores, as marcas que a exaustão e o uso de equipamentos de segurança deixam no rosto dos médicos e o isolamento que os profissionais da saúde precisam manter de seus familiares.

"Sempre é difícil lidar com a carga emocional do programa. Eu sempre preciso de um tempo depois das gravações de 'Sob Pressão' para me recuperar, porque é um cansaço físico e mental absurdo. E dessa vez foi pior. Foram dois episódios que pareceram uma temporada inteira, por causa da pressão, do medo, da dúvida", diz Andrade.

Mas o resultado valeu o desgaste, reforça o ator, que já via "Sob Pressão" como uma homenagem aos profissionais da saúde –uma que se faz ainda mais necessária nos tempos atuais.

"Eu acho que a série tem tantos assuntos relevantes, tantos assuntos importantes para tratar, e é uma forma de a gente prestar uma homenagem aos profissionais da saúde. No 'Sob Pressão' a gente levanta a bola deles, que para a gente são heróis, então quando vem algo contra isso, não tem nem o que dizer", afirma, sobre as invasões a hospitais e agressões a médicos durante a crise da Covid-19 no Brasil.

"Isso é muito absurdo. Para mim, é a coisa mais absurda que eu vi nessa pandemia. Quando você agride um médico, quando vai contra a ciência, é um atraso. Eu não tenho nem o que dizer quanto a isso, porque eu acho tão fora da realidade que eu fico indignado."

O especial chega para ocupar o lugar que deveria ser de uma quarta temporada da série. Por causa do coronavírus, é claro, o planejamento inicial da equipe de "Sob Pressão" precisou ser adaptado e, agora, eles esperam uma melhoria no cenário atual para entender como os personagens estarão lidando com a doença quando ela já tiver ficado no passado.

"Ainda estamos estudando a quarta temporada. Dramaturgicamente, a gente tem que pensar um pouco mais sobre ela, porque agora temos essa nova personagem, a Covid-19, então precisamos de um tempo para refletir", diz Andrade.

 

SOB PRESSÃO - PLANTÃO COVID

Quando: Estreia na Globo, nesta terça (6), às 22h55

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS