Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
CRUSH DO "MADRUGUINHA"

"Glória" faz 77 anos e filha é condenada por homicídio. Veja como ela está!

A filha de Regina Torné está presa desde 2007

domingo, 04/10/2020, 15:16 - Atualizado em 05/10/2020, 15:24 - Autor: Redação


No episódio, Glória mexe com o coração de Seu Madruga ao chamá-lo de Madruguinha
No episódio, Glória mexe com o coração de Seu Madruga ao chamá-lo de Madruguinha | Reprodução

"Errar é humano", de 1978, é um dos episódios mais icônicos do seriado Chaves. Nele, uma mulher chamada Glória procura um apartamento na vila e acaba chamando a atenção dos homens, como o Professor Girafales e, principalmente o Seu Madruga, que fica apaixonado pela nova moradora.

Existem outros episódios que contam a mesma história e Glória é interpretada por atrizes diferentes. Mas, sem dúvidas, a que se tornou mais popular foi a terceira versão, com Regina Torné. Ela tinha cerca de 35 anos de idade, quando interpretou Glória, tia da menina Patty, por quem Chaves e Quico também se apaixonam.

No último dia 2 de outubro, Regina Torné completou 77 anos de idade. Ela trabalhou desde jovem para a emissora Televisa e também participou do filme "Como Água para Chocolate". Também fez bastante sucesso interpretando principalmente algumas vilãs de novelas mexicanas ao longo da carreira.

Lembra dela? Atriz que interpretou Glória, no Chaves, surge lindíssima

Descubra fatos desconhecidos sobre Glória, a crush do Seu Madruga no  seriado Chaves

Veja mais:

+ Assista ao misterioso e desconhecido último episódio da história de 'Chaves'

+ A vila de 'Chaves' tem ou não teto? Vídeo acaba com a dúvida!

Assista ao episódio:

POLÊMICA

Regina del Pilar Campos Insuástegui, filha de Torné, é condenada por homicídio e privação de liberdade e está presa no Presídio Santa Martha Acatitla desde 2007. Ela é acusada de matar uma jovem chamada Maribel Monroy Flores. 

Segundo informações do site mexicano "Debate", Maribel teria sido ameaçada várias vezes por Regina, por supostamente se relacionar com um affair da acusada.

Regina teria contratado três homens que sequestraram Maribel, a prenderam em um caminhão e depois a espancaram. Ela morreu no caminho, segundo informaram os noticiários da época. Os algozes ainda teriam colocado fogo no corpo de Maribel.

Em setembro de 2007, Regina foi condenada, junto com seu cúmplice,  Edgar Rogelio Eslava Sánchez, por homicídio qualificado.

A mãe, Torné, não acredita que a filha tenha se envolvido em tão horrendo crime.

FAKE NEWS

Em fevereiro de 2014, circulou a notícia de que Regina Torné havia morrido. Mas o boato foi desmentido pela própria, que concedeu uma entrevista a um canal do México. O mesmo aconteceu com Roberto Bolaños antes de 2014.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS