Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
TRISTEZA

Ex-Menudo Anthony Galindo morre aos 41 anos 

O artista sofria com períodos de depressão, que foi acentuada pela pandemia da Covid-19.

domingo, 04/10/2020, 16:21 - Atualizado em 04/10/2020, 16:20 - Autor: FOLHAPRESS


O artista estava internado em estado grave, nos Estados Unidos, onde morava.
O artista estava internado em estado grave, nos Estados Unidos, onde morava. | Reprodução/Instagram

O músico Anthony Galindo, 41, o Papi Joe, como era conhecido o ex-Menudo morreu no último sábado (3). Um comunicado na rede social do artista dava conta de que "os danos sofridos tornaram seu estado de saúde incompatível com a vida". A família cumpriu a vontade de Galindo e doou seus órgãos.

Segundo a família, o artista sofria com períodos de depressão, que foi acentuada pela pandemia de Covid-19. No domingo (27), ele tentou cometer suicídio e foi internado em estado grave, em um hospital de Miami, nos Estados Unidos, onde morava.

A família declarou que preferia não divulgar essa situação, mas sentiu a necessidade de fazer isso ao ver a quantidade de informações falsas que estavam sendo espalhadas. "Esperamos poder contar com a privacidade e o respeito em meio a esse momento tão difícil para nossa família", dizia o comunicado.

A morte do cantor foi comunicada às 15h43, na própria rede social de Galindo, "depois que os médicos fizeram o humanamente possível para salvar sua vida".

Edgardo Anthony Galindo Ibarra nasceu em Caracas, na Venezuela, e integrou o grupo Menudo no período de 1995 a 2000. Era pai de Elizabeth, fruto do relacionamento com a ex-companheira Michelle Matos.

A filha do cantor fez uma despedida emocionada. Escreveu: "Meu coração se recorda de meu pai como um homem alegre e divertido. Devido a distância, não pude compartilhar estes momentos difíceis, mas meu coração sempre estará com ele. Agradeço infinitamente por ter me dado a vida. Espero que Deus o receba em seus braços e siga levando alegria ao céu".

Leia mais: 

Junno Andrade é acusado de machismo em foto de Xuxa

'Vocês vão matar alguém', diz  Luísa Sonza a internautas 

Veja como detectar sinais de que uma pessoa precisa de ajuda e dicas de como auxiliá-la.

Sinais simples

- Falar sobre querer morrer, não ter propósito, ser um peso para os outros ou estar se sentindo preso ou sob dor insuportável

- Procurar formas de se matar

- Usar mais álcool ou drogas

- Agir de modo ansioso, agitado ou irresponsável

- Dormir muito ou pouco

- Se sentir isolado

- Demonstrar raiva ou falar sobre vingança

- Ter alterações de humor extremas

O que fazer para ajudar

- Não deixe a pessoa sozinha

- Tire de perto armas de fogo, álcool, drogas ou objetos cortantes

- Leve a pessoa para uma assistência especializada

- Ligue para canais de ajuda ( 188 é o telefone do Centro de Valorização da Vida (CVV). Também é possível receber apoio emocional via internet, e-mail, chat e Skype 24 horas por dia.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS