Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
SONEGAÇÃO?

Neymar deve mais de 34 milhões em impostos na Espanha

A dívida é de mais de 34 milhões de euros, segundo documento oficial da Agência Tributária

sexta-feira, 02/10/2020, 09:36 - Atualizado em 02/10/2020, 09:36 - Autor: FOLHAPRESS


O saldo devedor exato é de 34.624.268,60 euros (cerca de R$ 228 milhões), valor que torna o brasileiro, que viveu na Espanha de 2013 a 2017 quando atuava pelo Barcelona.
O saldo devedor exato é de 34.624.268,60 euros (cerca de R$ 228 milhões), valor que torna o brasileiro, que viveu na Espanha de 2013 a 2017 quando atuava pelo Barcelona. | Getty Images

Neymar Jr está na lista dos inadimplentes do Tesouro espanhol por conta de uma dívida de mais de 34 milhões de euros, segundo documento oficial da Agência Tributária.

O saldo devedor exato é de 34.624.268,60 euros (cerca de R$ 228 milhões), valor que torna o brasileiro, que viveu na Espanha de 2013 a 2017 quando atuava pelo Barcelona, a pessoa física com maior dívida acumulada com o Tesouro local, segundo o documento consultado pela AFP.

No verão passado, a imprensa espanhola revelou que o Tesouro cobrou quase 35 milhões de euros de Neymar por suposta fraude fiscal quando ele jogava pelo Barcelona, mas até agora a informação não havia sido oficialmente confirmada.

TV espanhola flagra ofensa homofóbica de Neymar a Álvaro Gonzáles

O documento intitulado à Lista de devedores inclui milhares de pessoas físicas e jurídicas com dívidas superiores a 1 milhão de euros, informou a Agência Tributária à AFP.

O órgão, que confirmou ser a primeira aparição do brasileiro na lista, não especificou a origem da dívida e nem se ela está ligada a contratação pelo Barcelona em 2013, que deu origem de vários processos judiciais.

Este é o novo jogador que tem mais dinheiro que Messi e Neymar

Para ser incluído nessa relação basta o indivíduo ou empresa ter ultrapassado o prazo para quitação da dívida e não ter regulamentado a situação até dezembro de 2019, afirmou a instituição espanhola.

Nos últimos anos, vários jogadores de futebol foram investigados pelo Tesouro espanhol, entre eles o argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo. Ambos acabaram condenados por sonegação.

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa de Neymar disse que não irá se manifestar.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS