Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
27°
cotação atual R$
QUADRO É PERIGOSO!

'Você nasceu sem o c*?': Questionamento de internauta à Sasha viraliza

sábado, 05/09/2020, 12:20 - Atualizado em 05/09/2020, 12:20 - Autor: Com informações do UOL


Sasha fez várias revelações ao responder questionamentos dos fãs.
Sasha fez várias revelações ao responder questionamentos dos fãs. | Reprodução

Sasha Meneghel abriu uma caixa de perguntas no Instagram aos seus fãs, mas ela não contava que um dos questionamentos iria viralizar, ficando entre os assuntos mais comentados no Twitter. As informações são do UOL.

Xuxa faz revelações sobre Sasha e comenta sonho de ser avó

Policial militar e esposa morrem em acidente; filhos ficaram feridos

A filha da apresentadora Xuxa foi questionada por um de seus seguidores se nasceu sem ânus. E ela rebate. Veja o vídeo:

O questionamento viralizou e acabou sendo um dos mais comentados, principalmente com brincadeiras. Mas você sabia que o problema realmente existe?

Ver esta publicação no Instagram

🤍

Uma publicação partilhada por Sasha (@sashameneghel) a

QUADRO PERIGOSO!

A condição chamada de atresia anal (quando o ânus não está perfurado), afeta 1 em cada 5.000 bebês nascidos vivos.

O diagnóstico é feito por exame físico e radiografias. Se, não tratado, o problema pode evoluir para uma grave infecção, sepse, entre outros problemas.

O ânus é a abertura na extremidade do aparelho digestivo, por onde saem as fezes. Já o reto é uma bolsa no intestino grosso onde as fezes ficam armazenadas, antes de saírem. Quando ocorre essa má formação, tem uma pele que recobre a área onde o ânus deveria estar.

Essa pele pode ter vários centímetros de espessura ou ser apenas uma membrana fina. Isso vai definir se há alguma abertura estreita ou se ela está totalmente ausente.

Além de causar uma obstrução intestinal, o problema pode ocasionar sintomas como dores, irritabilidade, vômitos e inchaço do abdômen. Além disso, a atresia anal costuma ocorrer juntamente com outros defeitos congênitos que afetam a coluna vertebral, coração, rins e membros.

TRATAMENTO

Na maioria dos casos, os bebês que nascem com essa má formação precisam passar por uma cirurgia imediatamente para criar uma passagem para as fezes e a fístula (uma espécie de canal). Entretanto, há casos em que o bebê primeiro faz uma colostomia temporária, onde é feita uma pequena abertura na parede abdominal que é conectada ao cólon para permitir a passagem das fezes para dentro de um saco plástico preso à parede abdominal.

A criança permanece assim até crescer um pouco mais. Não há outra forma de corrigir o problema, a não ser pela cirurgia. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS