Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
MARIA DA PAZ

Juliana Paes comemora reta final de 'A Dona do Pedaço'

quinta-feira, 07/11/2019, 21:44 - Atualizado em 07/11/2019, 21:44 - Autor: FOLHAPRESS


| Folhapress

Exaurida física e emocionalmente, grata e com a sensação de dever cumprido. É assim que Juliana Paes, 40, protagonista de "A Dona do Pedaço" (Globo), diz estar se sentindo na reta final da novela, que termina em 22 de novembro, e será substituída por "Amor de Mãe".

"As sequências que finalizam a história exigem muito de nós. É muito texto para decorar e muita emoção para dar conta. Mas, ao mesmo tempo, existe uma sensação de plenitude", diz a atriz.

Com 19 anos de carreira, Paes afirma que a boleira talvez tenha sido sua personagem mais próxima do povo brasileiro. Maria da Paz, diz a atriz, é acarinhada por um público variado, de diferentes idades, classes sociais, sexos e raças.

"Tinha a missão de fazer uma mocinha que fosse querida. Isso é difícil hoje em dia, em um momento em que o brasileiro ama amar os vilões. Sinto que cumpri o desafio", afirma. "Quis fazer uma pessoa para cima e não muito chorona. Sabe aquele choro preso na garganta? Tentei trabalhar isso."

Mesmo cega diante das atrocidades cometidas pela filha, Jô (Agatha Moreira), Paes diz que o público torceu pela boleira, e que a personagem ganhou contornos que transcendem as telinhas. "Maria da Paz vai além do que a novela conta. É um comportamento, um jeito de ser positivo, do bem, que sempre acolhe as pessoas, que não tem preconceito. Já me peguei refletindo sobre a minha vida e pensando o que a Maria da Paz faria no meu lugar. Ela se tornou inspiração para muita gente."

Durante a trama, houve especulações de que Joana (Bruna Hamú) era a verdadeira filha de Maria da Paz, e que Jô teria outra mãe -o que não se concretizou. Paes afirma que uma parte de si torcia para que a namorada de Rock (Caio Castro) fosse mesmo uma filha perdida da boleira.

"Seria uma alegria para Maria da Paz ter uma filha consanguínea que tivesse esse amor e essa admiração pela mãe. Por outro lado, acho importante trazer o entendimento para o grande público de que bons pais, boa criação, pode gerar frutos ruins", afirma

E emenda: "Maria da Paz fica buscando onde errou. E sei que essa é a dor de muitas mães por esse Brasil, que dão fazem tudo pelos filhos e mesmo assim eles se desviam de varias formas. Essa mensagem é importante. Os indivíduos escolhem seus próprios caminhos independentemente de quem os criou."

Quando o assunto é a disputa de Régis (Reynaldo Gianecchini) e Amadeu (Marcos Palmeira) pelo coração da protagonista, Paes se esquiva. "Sou a única desse elenco que não posso declarar voto em quem a Maria da Paz deve ficar. Estou isentinha [risos]."

Juliana Paes não elegeu o par romântico com quem gostaria que Maria da Paz terminasse a trama, mas fez uma lista das cinco cenas mais desafiadoras da novela.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS