Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$
BIOGRAFIA

Assédio, nudez, Frota, Collor e Jô Soares: a vida de Claudia Raia

quarta-feira, 18/09/2019, 11:33 - Atualizado em 18/09/2019, 12:05 - Autor: Com informações de QUEM


| Reprodução

Claudia Raia foi a entrevistada da estreia da terceira temporada do “Vai Fernandinha”, no Multishow. A atriz contou que Jô Soares salvou sua vida, revelou quem foi o seu grande amor e contou detalhes do casamento com Alexandre Frota.

Resultado de imagem para FROTA CLAUDIA RAIA

Resultado de imagem para FROTA CLAUDIA RAIA

“O Alexandre foi no Chacrinha e avisou o pessoal que ia casar segunda, 19h, na igreja da Candelária. Tinha 10 mil pessoas na porta da igreja. Fui deitada no carro e, quando abriu a porta, estiquei o pé e uma fã tomou meu sapato. Saí com um pé só, fiquei horas na meia ponta”, lembrou Raia.

Claudia revelou também que sua mãe a aconselhou a não casar com Frota. “Minha mãe veio e falou: ‘Não casa, esse homem não é para você’. Cheguei no altar e não tinha ninguém da minha família. Minha mãe estava tendo uma hemorragia, foi levada para o hospital pela minha irmã. Eu tinha um véu de 18 metros, deslumbrante, os fãs picotaram, virou chanel“, conta ela.

“Fui pra lua de mel no Havaí. Odeio praia, onda, o que vou fazer no Havaí? Não tinha como dar certo. Mandei fazer ternos, ele não usou nenhum. Ele pegou a chapeleira e jogou no mar”, contou.

“Eu vendo meus chapéus de linho indo embora, não acreditava que eu casei com essa pessoa. Falei: ‘Não vou ficar com você’. Peguei outro quarto para mim e fiquei 5 dias brigada com ele, no mesmo navio”, disse.

Jô Soares, ex-marido de Raia, apareceu na gravação e surpreendeu a todos. “Continua linda. Eu te amo”, disse o apresentador, que mora no mesmo prédio que o programa de Fernanda Souza é gravado.

Reprodução/TV Globo

“Ele salvou minha vida”, confidenciou a global. “Porque tirou uma pinta da minha perna que era um câncer, um melanoma cancerígeno, que eu não descobriria se não fosse ele. Não namorávamos ainda”, revelou.

“Eu cruzei a perna pra fazer um quadro com ele, ele me levou no médico. Ali eu já fiquei para tirar a pinta, tive que tirar todo o tecido que já estava tomado. Eu ia perder a perna e ir embora. Foi um grande amor da minha vida”, falou.

 

Resultado de imagem para fernando collor claudia raia

Claudia Raia também contou que foi assediada aos 13 anos, em Nova York. “Fui parar na casa do JoJo Smith, do balé, do jazz, tinha um estúdio enorme de dança. Ele morava no Harlem, só eu era branca, mais ninguém, nem a parede. Aconteceu uma coisa aí no meio, fui assediada”, comentou.

“Nesse momento peguei uma coruja de cristal e ‘pá’ na cabeça de quem me assediou. Fugi de onde eu tava com uma mala e um trench coat, uma camisola por baixo. Parei no meio do Harlem e pensei: ‘Para onde vou?‘“, questionou a si mesma.

“Encontrei a Lígia, minha amiga negra, professora do balé Stagium. Eu agarrei ela, chorava tanto! Dizia: ‘Me tira daqui, tive que reagir a um assédio’. Não tinha para onde ir“, disse a atriz.

“Fui eu para um apartamento de 45 metros quadrados que ela morava com três mulheres bem loucas, eu dormia na banheira durante um tempo até minha mãe saber e me colocar em outro”, completou a atriz.

Reprodução/Gostosas HD

Primeira nudez

"Eu não era bonita, era um desastre bíblico. Eu era muito alta, tinha os braços muito longos, um nariz enorme, porque é plástica, todo mundo sabe. Não dava nada certo, o conjunto da obra não era bom. Mas eu era muito animada e muito simpática para suprir esse problema. Depois que eu fiz 15 anos, eu virei uma mulher vistosa, um tipo interessante", disse a atriz ao Encontro. Já dona de um corpão, ela posou nua, ainda com o nome de Maria Claudia, em 1984, para a primeira das três edições da Playboy em que mostrou seus atributos.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS