Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


27°
R$

Cultura / Últimas

Últimas

Fotógrafos criam 'vaquinha' para lançar livro sobre 'beirada' do Ver-o-Peso

sexta-feira, 31/05/2019, 18:43 - Atualizado em 31/05/2019, 21:07 - Autor:


Um mergulho no cotidiano dos trabalhadores do Ver-o-Peso através de imagens. É isso o que propõe o fotolivro Beirada, produzido pelos paraenses Rafael da Luz e Yan Belém. Com o objetivo de viabilizar o lançamento do livro, sua impressão e distribuição gratuita entre os trabalhadores do Complexo, os fotógrafos lançaram uma campanha de financiamento coletivo através da plataforma Catarse. Para colaborar com o projeto, basta acessar o endereço https://www.catarse.me/beirada e escolher a recompensa e o valor do apoio até o dia 7 de junho.


A intenção dos idealizadores do Beirada é que, através do financiamento coletivo, o projeto consiga envolver muitas pessoas e seja em um processo de colaboração múltipla. Distribuir o fotolivro de forma gratuita entre os trabalhadores do Complexo Ver-o-Peso é um dos objetivos da campanha. “Pensamos que é uma forma de retornar a eles um pouco daquilo que recebemos, e também por ser uma maneira simbólica de demonstrar nosso respeito como fotógrafos em relação à pessoa humana, possibilitando diálogos e questionamentos aos próprios trabalhadores, como eles enxergam ou entendem seu ambiente de trabalho e a importância de suas vivências na zona portuária do Ver-o-Peso como um documento histórico”, explicam os fotógrafos.



A campanha de financiamento oferece recompensas a quem colaborar com o projeto. Dependendo do valor da contribuição, os colaboradores podem receber exemplares autografados do fotolivro, fotos impressas, canecas e oficinas da técnica câmera obscura para até dez pessoas, com todos os materiais inclusos, em Belém ou na cidade de Fortaleza. O processo de edição do fotolivro Beirada foi conduzido pela fotógrafa Paula Sampaio, através do Núcleo de Fotografia do Centro Cultural Sesc Ver-o-Peso, em Belém. O projeto foi pensado em uma perspectiva expandida, livre de encadernações, de modo a viabilizar uma publicação de baixo custo, trazendo as imagens em formato de blocos que podem ser utilizados como pôsteres.


O projeto Beirada




Patrimônio material de Belém, o Complexo Ver-o-Peso é um importante ponto cultural, econômico e turístico do estado do Pará, considerado a maior feira livre da América Latina. Desde que foi inaugurado, em 1625, a história do espaço é marcada pela presença de trabalhadores da região portuária, que ressignificam diariamente a importância social do Complexo. Foi com a intenção de descobrir mais sobre a história desses trabalhadores que os fotógrafos Rafael da Luz e Yan Belém começaram a capturar imagens do Ver-o-Peso em 2014. Atraídos pela movimentação diária e pela importância histórica e cultural do espaço, os fotógrafos, nascidos em Belém, encontraram no Ver-o-Peso o tema de seu projeto Beirada.


“O Ver-o-Peso é um lugar que favorece encontros com várias realidades, várias culturas que se reúnem formando cenários que nunca se repetem, apresentando todo dia algo para observar e aprender como as histórias de quem dedicou toda a sua vida trabalhando nesse espaço”, destaca Rafael da Luz. Durante o período de cinco anos, os fotógrafos reuniram diversas imagens registradas no Complexo, que culminaram com a organização de um fotolivro. “Entre muitas idas à feira do açaí e à Pedra do Peixe, entre às 4h e 7h da manhã, nossa intenção era não apenas fotografar, mas também propor vínculos, conhecer o espaço, compreender sua importância histórica e social, e isso só foi possível porque nós fomos acolhidos por todas as pessoas que constroem esse espaço que denominamos carinhosamente de Beirada”, explica Yan Belém.


(DOL)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS