Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


23°
R$

Cultura / Últimas

Últimas

Schola Cantorum apresenta recital em homenagem a Nossa Senhora

sexta-feira, 24/05/2019, 09:13 - Atualizado em 24/05/2019, 09:13 - Autor:


Um dos mais importantes grupos de canto coral de Belém, a Schola Cantorum, vinculada à Catedral Metropolitana de Belém, apresenta nesta sexta-feira, às 19h, o “Recital de Música Sacra Mariana”, com um repertório especial em devoção a Maria. Em sua terceira edição, o evento tomará o Salão dos Pontificais da Catedral, em vez da tradicional apresentação na nave central da igreja.


A proposta do novo espaço dentro da Sé foi tornar mais intimista a apresentação que já criou tradição entre os frequentadores da igreja e apreciadores do canto coral. O recital surgiu por iniciativa do cônego Roberto Cavalli, logo após a sua posse como Cura da Catedral, em 2017. Ele pediu ao regente da Schola Cantorum, maestro Eduardo Nascimento, que criasse um momento de devoção musical a Nossa Senhora. Desde então, ele vem sendo realizado uma vez ao ano, sempre em maio, mês dedicado à Virgem Maria nas celebrações católicas.


Na noite de hoje, serão executadas antífonas marianas, como “Salve Mater Misericordiae”, “Alma Redemptoris Mater”, “Salve Regina”, nos modos e estilo gregoriano, além de compositores muito conhecidos da história da música mundial, unidos a outros de períodos mais atuais: J. S. Bach, D. Cimarosa, C. Saint Saens, J. Arcadelt, Bonaventura Somma, Mons. S. Costamagna, D. Plácido de Oliveira, José Alves, e também o paraense Silvério Maia.



Foto: Divulgação


A Schola Cantorum se apresenta com seus 45 integrantes, entre efetivos e aspirantes, com o acompanhamento do pianista e organista Paulo José Campos de Melo, e a participação das solistas sopranos Mariluz Vidonho, Josy Kely Bastos e Ritiely Santos, e da mezzo-soprano Rita Cavalcante.


TRADIÇÃO


O nome Schola Cantorum refere à instituição atrelada à Catedral de Belém, fundada no dia 6 de maio de 1735, como o primeiro estabelecimento de ensino musical do Pará. Com a proposta com que se apresenta hoje, o grupo foi fundado em 1985, pelo ex-Cura da Sé, Monsenhor Nelson Soares, tendo como função o culto sagrado, cantando e atuando dentro dos Pontificais solenes no calendário litúrgico da Catedral de Belém.


Mas a qualidade técnica do grupo o tem levado a extrapolar essas funções, com a participação em muitos eventos culturais, como a Mostra de Corais Santa Cecília, toda com repertório sacro, que o grupo organiza convidando vários outros corais paraenses. O trabalho da Schola Cantorum também está registrado no CD “Fazei Isso em Memória de Mim”.


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS