Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
BOM DIA, DONA MARIA

No Dia do Rádio, admiradores e amantes do veículo falam da importância desse meio de comunicação 

O Dia é reconhecido mundialmente pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO).

sábado, 13/02/2021, 19:15 - Atualizado em 13/02/2021, 19:14 - Autor: Monique Costa


| Reprodução

Mesmo com a chegada de novas tecnologias, ele se manteve útil, eficaz, ágil e se reinventa diariamente. 'Alô, Dona Maria, seu João, Obrigado por nos deixar entrar em sua casa', neste sábado (13) comemora-se o Dia Mundial do Rádio, das ondas eletromagnéticas que transmitem informações pra lá de importantes. 

O dia é reconhecido mundialmente pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). 

Para a coordenadora de multimídia do DOL, Haynna Hálex, que 'surfou' nas ondas do rádio por 10 anos na Rádio Clube do Pará, a experiência foi mais que necessária. "O trabalho que realizei lá, me deu toda a base necessária para novos projetos", diz. 

“Minha experiência em todo esse tempo no rádio garantiu habilidades diferenciadas. Além do jornalismo de rádio, aprendi sobre locução publicitária e criação de conteúdos específicos nesta plataforma. Agora trouxe na bagagem essas habilidades para o portal e pude criar com uma equipe afinada a plataforma de podcast do Diário Online, o Dolcast. Todos os dias conteúdos especializados em áudio para que nosso público tenha uma experiência diferente no consumo da notícia e entretenimento. E o rádio faz parte dessa história", explica ela. 

 

 


E alguém duvida do potencial comunicativo que esse veículo tem? Gleydson Souza,  jornalista há 11 anos, destinou  8 deles anos ao rádio. 

"Já passei pela produção, coordenação  de núcleo de informações do interior, e hoje sou coordenador de jornalismo da Rádio Clube e produtor do programa Clube da Manhã. O rádio como meio de comunicação tem uma importância fundamental na vida do cidadão e da comunidade a que ele pertence", explica o jornalista, afirmando ainda que os profissionais que trabalham neste meio de comunicação, tem o compromisso de levar a informação real, imparcial e claro, sempre prestando serviço para a comunidade. 

 

 


E há quem diga que ele é o mais democrático meio de comunicação. O jornalista Diego Beckman, admirador fiel deste meio,  acredita que o rádio te permite viver muitas emoções. "É mágico você estar no local e transcrever emoções para alguém. A gente fala do futebol, fala do Círio e este ano teve a vacina da COVID-19'" diz ele. 

 

 


Transmitir aos ouvintes informações diversificadas como tragédias, fatos políticos, comédia, fofocas, e músicas como forma de entretenimento, o rádio na vida de Nonato Cavalcante, Diretor de Jornalismo e Programação Rádio Clube, tem essa definição.

"Sempre com o compromisso da informação e na Rádio Clube do Pará a informação real é primordial", afirma ele. 

 

 

 

E mesmo com a chegada da TV e da internet, o veículo se reinventa e ainda continua forte. "Ele pode até perder um pouco da força, da plataforma normal, mas ele migra. O rádio está nos portais, nas rádios onlines que tem uma força enorme, o exemplo disso são os podcasts, um produto que sai da plataforma de áudio, pra ir a um conteúdo específico, não morre, o rádio vem se reinventando e se reinventará cada vez mais", conclui Haynna Hálex. 


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

Para quem vai sua torcida no BBB21?

MAISACESSADAS