Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
EVENTO ESPECIAL

Escritor paraense lança obra sobre comércio de escravos em Igarapé-Miri

O evento de lançamento contará com a presença de convidados super especiais

quarta-feira, 11/11/2020, 18:14 - Atualizado em 11/11/2020, 18:26 - Autor: Paloma Lobato


| Reprodução

O professor e pesquisador miriense David Farias lança seu primeiro livro no próximo dia 20 de novembro. A obra "O Comércio de Escravos: Comarca de Igarapé-Miri/PA 1868-1887" conta a história da compra e venda de homens escravizados na região do Baixo Tocantins, compreendida pelos atuais municípios de Igarapé-Miri, Abaetetuba e Moju. 

Na segunda metade do século XIX, o tráfico atlântico de escravos foi definitivamente abolido pela lei Eusébio de Queirós, em 1850. A partir desse momento, os senhores escravistas do Brasil se valiam unicamente do comércio interno de escravos para a manutenção e reposição dos seus plantéis. A história do livro se passa nesse contexto.

No decorrer do texto o autor analisa escrituras de compra e venda de escravos, além de outras fontes catalogadas nos cartórios e arquivos da região, que trazem importantes dados sobre a escravidão na Amazônia em especial no Baixo Tocantins. Quem eram os senhores de escravos da região? Qual o perfil dos escravos negociados? Em que atividades econômicas eram utilizados? Havia resistência ao sistema escravista por parte dos cativos? São algumas perguntas que a obra pretende responder.

Reprodução
 

Sobre o evento

O evento de lançamento ocorrerá dia 20 de novembro, dia da Consciência Negra, na cidade de Igarapé-Miri às 20h, no Espaço Verde, localizado na avenida Sesque Centenário e contará com a participação de pesquisadores locais e professores da Universidade Federal do Pará (UFPA). 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS