Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
LANÇAMENTO

Antologia de autores contemporâneos de Belém chega às livrarias

sexta-feira, 26/06/2020, 09:06 - Atualizado em 26/06/2020, 09:28 - Autor: Redação


"São poetas com estilos diversificados, mas que construíram um panorama contemporâneo muito profícuo na poesia feita em Belém”, Andreev Veiga, poeta e organizador do livro.
"São poetas com estilos diversificados, mas que construíram um panorama contemporâneo muito profícuo na poesia feita em Belém”, Andreev Veiga, poeta e organizador do livro. | Divulgação

Dez poetas de Belém estão na antologia “O Vento Continua, Todavia”, organizada pelo escritor Andreev Veiga. Com divulgação na internet em um lançamento virutal até este domingo, a obra está disponível a partir de hoje nas livrarias de Belém. Também hoje, às 17h, Andreev promove, em seu perfil no Facebook, uma sessão de leitura de poemas dos autores que integram a obra, no formato de vídeo. Além dos autores, haverá depoimento de Tarso de Melo, que escreveu o posfácio da obra, e de Simone Brantes, que escreveu a orelha.

Lançado pela Kotter Editorial, a antologia traz os poetas Felipe Cruz, Marcílio Caldas Costas, Laura Nogueira, Luciana Brandão Carreira, Antônio Moura, Rosângela Darwich, Izabela Leal, Fernando Maroja Silveira, Ney Ferraz Paiva e Andreev Veiga.

“É próprio da trajetória da poesia em nossa região termos bons escritores e isso tornou ainda mais difícil a tarefa de seleção. De certa forma, busquei por algo que fosse o mais próximo do que tenho contato na poesia, mas sempre colocando em primeiro plano a qualidade dos textos e do conjunto da obra”, diz o organizador Andreev Veiga, autor de “diálogonuvem” e “O Mergulho do Afogado”. “Outro ponto que considero relevante é a presença desses poetas na cena literária da cidade. Poetas que, a meu ver, construíram e seguem construindo uma voz própria e, com isso, se tornam pedras de toque. Torna-se fundamental passar por eles para compreendermos a produção poética atual”, considera o poeta.

O escritor conta que pensou em organizar a antologia para enaltecer a produção poética existente na cidade. “Tive a ideia de fazer uma coletânea que pudesse ser a ponta de um novelo muito maior e complexo da poesia contemporânea em nossa cidade. E, inevitavelmente, temos nomes que se destacam nesse cenário. São pontos de partidas para chegarmos a outros autores que, infelizmente, pelo motivo inevitável em se fazer um recorte, não estão presentes no livro”, explica.

Segundo Andreev, esse recorte reflete um cenário efervescente. “Inicialmente [a antologia] surgiu a partir de como eu via o cenário da poesia em nossa cidade, desde a década de 1990 até os dias atuais. São poetas com estilos diversificados, mas que construíram um panorama contemporâneo muito profícuo na poesia feita em Belém. Acredito que temos hoje em Belém uma efervescência na produção poética, isso proporciona experimentos diversos que só contribuem à poesia”, avalia.

Sobre os autores do livro, Tarso de Melo escreve o seguinte: “Os dez poetas que integram esta antologia têm muitos traços em comum. O principal deles, sem dúvida, é a forma como articulam, em seus versos, a visão crítica, tantas vezes ríspida, ante a realidade e o voo largo e forte de suas imagens. Há, também, os infinitos ruídos do nosso tempo cruzando as páginas do livro, que não raro estendem outras pontes entre os diferentes poetas”.

METÁFORAS

O título escolhido para a obra, “O Vento Continua, Todavia”, veio de um fragmento de uma carta do pintor Van Gogh a seu irmão Theo, que para os autores do livro, ganhou outro desdobramento. “No texto da carta ele está num outro contexto. É importante dizer que a citação de Van Gogh é também uma apropriação de uma passagem do livro ‘Os Miseráveis’, de Victor Hugo. Esse jogo que a frase, as palavras, proporcionam é parte daquela incessante busca de renovação das palavras que a poesia se impõe desde sua origem. Por isso, para a coletânea, o fragmento ‘O vento continua, todavia’, é parte, desdobramento desse processo. Aqui, esse trecho ganha outro significado, abre possibilidades, sentidos e é isso que interessa”, explica Andreev.

Ele acredita que é o leitor que deve conceber um sentido próprio para a ideia que ele quer passar no título. “Tenho minha interpretação e razão para o título, mas explicá-lo é a última coisa que pretendo. Gostaria que cada leitor já entrasse no livro com essa metáfora que o tíulo proporciona”, diz.

CONHEÇA

 Lançamento virtual - “O Vento Continua, Todavia - Dez Vozes da Poesia Contemporânea em Belém”

Quando: Hoje, às 17h

Onde:Facebook.com/ andreevveiga

Onde encontrar: Em Belém, nas livrarias Fox e Ná Figueredo, e pelo site kotter.com.br

Quanto: R$ 34,90

OS AUTORES

Felipe Cruz; Marcílio Caldas Costas; Laura Nogueira; Luciana Brandão Carreira; Antônio Moura; Rosângela Darwich; Izabela Leal; Fernando Maroja Silveira; Ney Ferraz Paiva; Andreev Veiga (org.).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS