Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
31°
cotação atual R$
FIQUE ATENTO!

Resta uma semana para aproveitar o Festival Estrela Azul

sexta-feira, 19/06/2020, 08:05 - Atualizado em 19/06/2020, 09:53 - Autor: Luiz Guilherme Ramos


O Mango oferece um filé com nhoque de batata sem glúten e um quiche de pupunha
O Mango oferece um filé com nhoque de batata sem glúten e um quiche de pupunha | Fernando Araújo

Faltando menos de uma semana para o término do Festival Gastronômico Estrela Azul Delivery, promovido pelo DIÁRIO, nos restaurantes participantes têm aumentado consideravelmente as vendas, reforçando o sucesso do evento. Até o próximo dia 24 de junho, os clientes poderão degustar o melhor da gastronomia, incluindo entrada, prato principal e sobremesa, pelo valor único de R$ 59,90, em qualquer um dos 23 restaurantes presentes nesta edição, e sem sair de casa.

E é a aceitação que está fazendo o sucesso do projeto nesta edição, mesmo em meio à pandemia do coronavírus. “É a primeira vez que participo, e para mim tem sido muito bom em todos os sentidos. O Estrela Azul foi a salvação do mês de junho. Me impressionou a quantidade de novos clientes nesse novo modelo virtual, onde o delivery predomina”, explica o empresário Maurício Façanha, proprietário do Ver-o-Açaí, que trouxe em seu cardápio uma receita “simples, que valoriza os elementos da culinária local”.

 

“Eu tenho um amigo chef de cozinha que mora em São Paulo, e quando nos encontramos a gente inventa pratos. Esse surgiu um ano atrás. Quando contei a entrada no festival, ele disse ‘Vamos fazer o Pirarucu Dengoso, mas vou te dar um corte diferente. A gente não queria fugir da pegada regional. Tanto que além do principal, temos dois bolinhos de Maniçoba e Piracuí, além do Pirarucu frito com Arroz de Jambu cremoso e a sobremesa de creme de Taperebá coberto com farofa crocante de Castanha-do-Pará”, detalha. Antes do Estrela Azul, o empreendimento voltado para culinária regional atendia apenas presencialmente. Com o sucesso e a crescente demanda, Frederico conta que precisou organizar um conceito de entregas e de atendimento.

MANGO

Do paladar regional à culinária saudável, o Estrela Azul traz uma versatilidade de paladares que fideliza clientes muito além do período em que ocorre. “O festival é muito esperado por nós. A gente traz para o restaurante pessoas que jamais teriam contato conosco se não fosse por ele. É a chance de provar uma comida de qualidade com preço acessível”, reforça Frederico Fragola, sócio do Mango.

No Ver-o-Açaí, os destaques são a receita própria com pirarucu, e os bolos de maniçoca e piracuí
No Ver-o-Açaí, os destaques são a receita própria com pirarucu, e os bolos de maniçoca e piracuí Fernando Araújo
 

Nos último três anos do Estrela Azul, o Mango foi premiado como melhor comida saudável e, para garantir mais um ano de sucesso, o restaurante aposta no sabor e simplicidade. “Fizemos um nhoque de batata, feito com mix de farinha sem glúten e sem glicose; um molho de tomate caseiro sem aditivos, medalhão de filé e molho roti. Nossa entrada é um quiche de palmito e pupunha, com massa sem glúten, sem lactose. Acompanha uma salada verde com alface, tomate e semente de girassol. A sobremesa é um Brownie com doce de leite sem glúten e lactose”. O feedback, segundo ele, não poderia ser melhor. “A receptividade é excelente. As pessoas conseguem compreender e degustar bem. Temos recebido bastante elogios”, garante.

 

 

RBA
 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS