Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$
CONFIRA

“Circular” desta vez faz convite para não sair de casa

domingo, 05/04/2020, 09:46 - Atualizado em 05/04/2020, 09:46 - Autor: Lais Azevedo


Chico César é convidado de uma conversa virtual com Tainah Fagundes, da marca sustentável Da Tribu.
Chico César é convidado de uma conversa virtual com Tainah Fagundes, da marca sustentável Da Tribu. | José de Holanda/Divulgação

Neste primeiro domingo de abril, quando seria realizada a sua 30ª edição na rua, o projeto “Circular” terá sua primeira edição digital, a partir das 8h, tendo como fio condutor o seu perfil no Instagram (@circularcampinacidadevelha). Por lá ocorre uma live com Michel Pinho e Goretti Tavares, realizadores de passeios pelo centro histórico; terá link para filmes no YouTube pela “Mostra Rui Santa Helena” e lançamento do documentário “Ser Circular É Tocar o Coração da Cidade”, além de um aguardado bate-papo com o músico Chico César.

Ao invés de ocupar as ruas do centro histórico de Belém, a programação será atualizada pelo Instagram com uma nova atividade a cada meia hora. Mas, para além do que já está planejado, um destaque desta edição é o convite para que as pessoas participem usando as hashtags #SerCircular e #FicarEmCasa em suas publicações nas redes sociais para serem repostadas pela página do evento.

A proposta do “Circular” digital também envolve ajudar a fomentar a economia da cultura, apresentando espaços e trabalhos que estão com suas portas e vias de comércio fechadas. A ideia é divulgá-los para uma posterior visita, ou mesmo conectar negócios já que alguns estarão abertos a encomenda de obras e outros produtos criativos.

DESTAQUES

Entre as atrações dessa edição especial está uma live organizada por Tainah Fagundes, da marca sustentável Da Tribu, com o cantor, compositor e escritor paraibano Chico César. Intitulado “Ponteios de Afeto Da Tribu: Amor é Revolução”, o bate-papo de 30 minutos ocorre primeiro no Instagram da marca, às 17h30, e uma versão gravada vai para o perfil do “Circular” às 18h.

O encontro inédito promete aquecer o coração dos fãs. “Vimos que era uma oportunidade bonita de conectar todas essas redes: a do ‘Circular’, a Da Tribu e a do Chico César, para ele também conhecer o ‘Circular’, conhecer a gente, o nosso trabalho, que vem dessa artesania que fala e está para o social”, aponta a produtora.

Outro destaque é a “Mostra Rui Santa Helena”, uma homenagem ao aderecista, cenotécnico e diretor de arte paraense que faleceu no último dia 26 de março. Além de um vídeo-homenagem, às 11h30, também será exibida uma série de curtas e longa-metragem nos quais ele trabalhou - entre eles, “Matinta”, de Fernando Segtowick, e “Ribeirinhos do Asfalto”, de Jorane Castro.

No campo da fotografia, além de Guy Veloso apresenta o livro “Penitentes”, incluindo ainda um vídeo, Fábio Pina traz uma galeria de fotos e Úrsula Bahia expõe fotografias e vídeos inéditos. “É uma questão de buscar novas formas de apresentar nosso trabalho. Às vezes, você quer fazer algo superelaborado e, em algumas ocasiões, não é necessário, porque você consegue mostrar o seu trabalho de forma simples, até com um celular”, diz Úrsula.

LANÇAMENTOS

A organização do “Circular” também decidiu passar para o digital dois de seus lançamentos que seriam presenciais este mês. O primeiro é o documentário “Ser Circular É Tocar o Coração da Cidade”, que aborda a relação do projeto com as pessoas dos bairros da Campina e Cidade Velha, em ações realizadas em 2018 e 2019.

“Lançar o documentário nesta programação é muito interessante, porque estar em casa hoje é um ato de cidadania e de pensamento coletivo”, analisa Felipe Cortez, diretor do filme.

A partir do Instagram será disponibilizado um link, às 20h, para o público assistir ao documentário no YouTube. O mesmo ocorre com a nova edição da “Revista Circular”, que terá seu link disponibilizado para acesso às 14h.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS