Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$
PROGRAME-SE!

Festival e encontro acadêmico promovem diálogo entre Cinema e Antropologia na Amazônia

segunda-feira, 04/11/2019, 13:41 - Atualizado em 04/11/2019, 13:41 - Autor: Com informações da assessoria


|

Com o objetivo de aprofundar discussões sobre Antropologia e Cinema,  de 5 a 10 de novembro, será realizado o I Colóquio de Antropologia e Cinema da Amazônia. O evento, organizado pelo Grupo de Pesquisa em Antropologia Visual e da Imagem (Visagem) e pelo Programa de Pós-Graduação em Sociologia e Antropologia (PPGSA) da Universidade Federal do Pará (UFPA),  ocorrerá no Centro Cultural Sesc/Ver-o-Peso em conjunto com o II Festival do Filme Etnográfico do Pará.

“O Cinema é uma importante e atual ferramenta de pesquisa e produção de conhecimento, e a Antropologia, que nasce praticamente ao mesmo tempo, já é uma ciência consolidada e imprescindível para as discussões cada vez mais necessárias, celebrando a diversidade cultural humana, principalmente como combate a todo tipo de preconceito”, explica a professora Denise Cardoso, coordenadora do evento.

De acordo com a professora, é importante relacionar as temáticas de Cinema e Antropologia, pois as áreas dialogam constantemente entre si. As inscrições para o evento podem ser realizadas na plataforma Sympla até o dia 4 de novembro, ou presencialmente no dia do evento.

II Festival do Filme Etnográfico do Pará

Também organizado pelo Visagem e pelo PPGSA, o evento, que acontece paralelamente ao Colóquio, busca difundir, fomentar e premiar produções audiovisuais que apresentem qualidade técnica reconhecida nas áreas da Sociologia e da Antropologia, além de promover o diálogo entre produtores e pesquisadores que se interessem pela temática.

“A importância do Festival do Filme Etnográfico se dá pela possibilidade de buscar compreender as realidades a partir da perspectiva de quem está envolvido e retratado no processo criativo do cinema. Utilizar a arte visual, em especial o cinema, na produção etnográfica ou vice-versa, requer uma pesquisa atenta que se baseia na inserção junto ao grupo social (suas práticas, crenças, valores, discursos, regras, costumes etc.), que é tema do filme”, explica a professora Denise Cardoso.

Segundo ela, os filmes etnográficos se tornaram instrumentos importantes de compreensão e divulgação de saberes além do conhecimento científico. “Em especial para os povos da Amazônia, muitas das produções estão sendo realizadas localmente ou por pessoas da própria região, e isso contribui de maneira significativa para o combate e a superação de visões estereotipadas, preconceituosas e discriminatórias. Assim, povos indígenas, populações quilombolas, grupos de pessoas atingidas por barragens, grupos artísticos, grupos dos diversos movimentos sociais têm na produção fílmica um importante aliado nas suas formas de expressão de suas demandas e de manifestação de suas práticas culturais.”

SERVIÇO

I Colóquio de Antropologia e Cinema da Amazônia

Data: de 5 a 10 de novembro

Local: Centro Cultural Sesc/Ver-o-Peso (av. Boulevard Castilhos França, 522, Campina)

Inscrições: clique aqui

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS