Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


32°
R$
Cinema

Carla Diaz será Suzane von Richthofen nos cinemas

domingo, 16/06/2019, 07:26 - Atualizado em 16/06/2019, 07:26 - Autor:


Carla Diaz iniciou a carreira nas telinhas como atriz mirim em trabalhos marcantes como “Chiquititas” (1997) e “O Clone” (2001). Em 2017, ela brilhou novamente na pele da periguete Carine de “A Força do Querer”. Agora, a atriz de 28 anos se prepara para novo desafio profissional: ela interpretará Suzane von Richthofen em longa-metragem com estreia para o ano que vem. A jovem da vida real foi condenada por planejar o assassinato dos pais em 2002.


A história de um dos crimes mais famosos do País será mostrado no filme com título provisório de “A Menina que Matou os Pais”. A direção é de Maurício Eça, que tem no currículo o videoclipe “Diário de Um Detento” e a franquia “Carrossel”.


A proposta no que ele define como “thriller psicológico de suspense” é mostrar as motivações do assassinato e retratar os acontecimentos que envolvem o crime. Também serão mostrados os bastidores do julgamento de Suzane e do ex-namorado, Daniel Cravinhos, que a ajudou no assassinato.


Recentemente, foi divulgada foto de Carla Diaz caracterizada como Suzane, na primeira imagem do filme que está em fase de pré-produção. Ela aparece usando um moletom vermelho, lembrando a roupa que a jovem usava no dia da condenação. Os nomes dos outros membros do elenco ainda não foram divulgados.


Assina o roteiro a criminóloga e escritora Ilana Casoy. Entre outros, ela é autora do livro “Casos de Família”, obra na qual se aprofunda nos casos Richthofen e Isabella Nardoni. Também assina o roteiro Raphael Montes, escritor de literatura policial. Na base da história está uma pesquisa de seis meses que inclui arquivos públicos do julgamento que ganhou os noticiários do País.


A protagonista está de férias das telinhas desde “Espelho da Vida” (2018), quando interpretou a personagem Gigi. No entanto, ela revelou em entrevistas recentes o desejo de conseguir boas oportunidades no cinema.


O CASO


Suzane von Richthofen foi ré confessa no julgamento que resultou na condenação a 39 anos de prisão pelo planejamento da morte dos pais. O casal Manfred e Marísia von Richthofen foi morto a pauladas em 31 de outubro de 2002 pelos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos.


Daniel também foi condenado a 39 anos, mas atualmente cumpre a pena em regime aberto. O irmão Cristian foi condenado a 38 anos e seis meses, ficou no regime aberto mas voltou ao fechado em 2018 após condenação por corrupção passiva.


Já Suzane progrediu para o regime semiaberto em 2015 e cumpre pena na Penitenciária feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé (SP).


*com informações de Hugo Gloss e Quem Acontece


(Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS