Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


27°
R$
Cinema

Dia do Orgulho Nerd: conheça a etimologia intergalática de Star Wars

sábado, 25/05/2019, 11:24 - Atualizado em 25/05/2019, 11:54 - Autor:


O Dia do Orgulho Nerd, que acontece dia 25 de maio, celebra a cultura geek. Um dos motivos da escolha desta data foi o lançamento do primeiro filme da série Star Wars – o clássico da cultura sci-fi nerd – em 25 de maio de 1977.  


Em comemoração, foi lançada uma lista de “etimologia intergaláctica” para pensar as origens de personagens, culturas e idiomas daquela galáxia tão distante, porém, já muito conhecida.


Confira:


Personagens:


Grandes temas míticos, como o “bem contra o mal”, a “luz contra a escuridão” e a “natureza contra a tecnologia” estão em cada detalhe do universo da saga:


  • Luke Skywalker





Luke é derivado do grego Loukas e significa um “homem de Lucania” (atualmente, uma região na Itália). O termo lembra a palavra grega leukos (luz). Uma vez que o personagem luta contra o lado negro da força, a semelhança não parece coincidência. Também é difícil deixar de notar a similaridade com o nome do próprio criador: George Lucas. Talvez essa tenha sido a forma que ele encontrou de se colocar no lugar de herói. Nos primeiros rascunhos do roteiro, o sobrenome de Luke era Starkiller (assassino de estrelas). Ainda bem o autor optou por algo mais poético Skywalker (andarilho do céu).  


  • Princesa Leia Organa





Leia soa como Princesa Dejah Thoris (pronúncia: Deia Tóris), do romance John Carter of Mars, escrito por Edgar Rice Borroughs nos anos 1930. Isso provavelmente não é uma coincidência, considerando que o jovem George Lucas cresceu em meio a histórias de ficção científica. O sobrenome de Leia, Organa, remete a orgânico: no conflito entre o mundo natural e o mecanizado, ela se mantém ao lado da natureza.  


  •  Han Solo





Continuando com a originalidade dos nomes míticos, Han é uma forma arcaica de John (ou HansJanJean). A cultura pop precedente para o sobrenome Solo é provavelmente Napoleon Solo, um espião charmoso da série americana de TV The Man from U.N.C.L.E, dos anos 1960.  


  • Chewbacca:




A inspiração para o wookie braço direito de Han Solo foi, na verdade, o cachorro de Lucas – um Malamute do Alasca chamado Indiana. E de onde o nome Chewbacca vem? Nós não sabemos ao certo, mas é bem suspeito o fato de ser tão similar com palavra russa para cachorro: собака.


 


  • Jedi:




O nome para a ordem dos cavaleiros que protege a galáxia do mal pode ter mais de uma fonte. Geeks da era de ouro da ficção científica afirmam que a palavra foi inspirada nos lordes de Barsoom, do romance de Edgar Rice Burroughs, conhecidos pelo honorífico nome Jed Jeddak. Por outro lado, amantes de cinema dizem que Jedi é uma referência ao diretor de filmes Akira Kurosawa. Os grandes sucessos de Kurosawa foram os seus filmes de samurai. E a palavra em japonês para o tipo de figurino desses dramas é jidai-geki. Isso poderia ser uma coincidência, se não fosse pelo fato de Lucas ter citado Kurosawa como uma influência diversas vezes.


 


  • Obi Wan Kenobi:




Como a palavra Jedi, essa é uma outra homenagem aos filmes de samurai de Akira Kurosawa e à cultura japonesa em geral. Um obi é a faixa usada para amarrar o kimono. Ken é a palavra em japonês para “espada” e wan soa como o nome honorífico san. Além disso, antes de eleger Sir Alec Guinnes para o papel, George Lucas queria o super astro japonês Toshiro Mifune. Mifune estrelou em muitos jidai gekis de Kurosawa, incluindo A Fortaleza Escondida e Os Sete Samurais.


 


  • Darth Vader:



Lucas afirmou uma vez que o nome é a combinação de duas frases evocativas: death water (água mortal) com dark father (pai sombrio).  


  •  Yoda:



Há duas fontes plausíveis: yoddha, a palavra em sânscrito para guerreiro, ou yodea, que em hebreu significa aquele que sabe.  


  •  Droid:



Na linguagem da galáxia de Star Wars, droid significa robô. Na Terra, é fácil assumir que droid é a abreviação de android, um robô antropomórfico. Mas, o que não é tão simples assim é o status legal da palavra. Logo antes da Verizon lançar a sua linha droid de smartphones, em 2009, a Lucasfilm registrou a palavra – não como o nome de um robô, mas como um aparelho de comunicação sem fio. A Verizon, então, teve que pagar a Lucasfilm uma licença para usar a palavra.  


  • Jawa:




O nome dos pequenos comerciantes do deserto é em homenagem a uma antiga colônia na Jordânia. 


  • Ewok:




Os ursinhos da floresta espacial ganharam esse nome por causa dos Miwoks, uma tribo indígena da Carolina do Norte. As cenas da floresta de Endor em O Retorno do Jedi foram filmadas em território histórico Miwok.


Leia mais:




Os idiomas:


Ao contrário das línguas sistemáticas criadas para O Senhor dos Anéis e Star Trek, os idiomas de Star Wars não têm uma gramática funcional, vocabulário ou sintaxe. Ao invés disso, o designer de som Ben Burtt abordou a invenção das línguas dos alienígenas da mesma forma como o resto dos efeitos sonoros em Star Wars – evocativos, atmosféricos. Ao invés de construir os idiomas ficcionais do zero, ele estudou línguas indígenas de todo o mundo para se inspirar:



Huttese: A língua ficcional mais falada nos filmes, Huttese, foi baseada no idioma Inca quíchua. O designer de som tirou os sons das palavras, mas algumas realmente entraram para o Huttese (embora com significados alterados). Huttese pode ser ouvido em Tatooine e é falado por vários personagens, incluindo Greedo e Jabba the Hutt e toda sua comitiva.



Jawaese: A língua falada pelos Jawas foi inspirada pelo Zulu e outros dialetos africanos. Depois de Ben Burtt gravar alguns atores falando as palavras, o designer de som acelerou a fita para criar a marca registrada dos Jawas: as vozes agudas.



Ewokese: A língua falada pelos ursinhos Ewoks é, na verdade, é uma mistura de várias línguas, incluindo tibetano, nepalês e kalmyk.


(Com informações da Assessoria) 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS