Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$
CASO GABRIEL FERNANDEZ

Crime brutal contra garoto de oito anos vira documentário na Netflix

sexta-feira, 06/03/2020, 22:05 - Atualizado em 06/03/2020, 22:05 - Autor: Com informações do R7


| Reprodução

A Netflix lançou, no dia 26 de fevereiro, o documentário "O Caso Gabriel Fernandez", garoto de oito anos que foi assassinado pela própria mãe, Pearl Sinthia Fernandez, e pelo padrasto da criança, Isauro Aguirre, no ano de 2013, na Califórnia, Estados Unidos.

O documentário contém seis episódios que detalham as investigações feitas por assistentes sociais que revelaram os abusos domésticos sofridos pela criança. Porém, Sinthia permaneceu com a guarda de Gabriel por negligência da justiça. Os abusos continuaram até a morte da criança, em 2013.

Em março de 2018, Isauro foi condenado a pena de morte. Já a mãe de Gabriel acabou sendo condenada à prisão perpétua. Segundo informações da BBC, os próprios irmãos de Gabriel, que testemunharam a portas fechadas no julgamento por serem menores de idade, confirmaram que a mãe e o namorado costumavam trancar Gabriel em um móvel que tinham em seu quarto, sem dar comida ou deixar ele ir ao banheiro, e que o padrasto o espancava bastante, chamando-o de homossexual.

Veja o trailer:

Sinopse: Em 22 de maio 2013, após uma ligação de sua mãe relatando um incidente, Gabriel Feranandez foi levado para o hospital com o crânio e as costelas fraturadas, além dos dentes quebrados e ferimentos no pulmão, causados por estilhaços de tiros de espingarda.

Mais tarde, foi revelado que sua morte foi resultado de uma longa e prolongada campanha de abuso infligida a ele por sua mãe Pearl Sinthia Fernandez e seu namorado Isauro Aguirre.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS