Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$
LEÃO DE OURO

Filme ‘Coringa’ leva principal premiação do Festival de Veneza

sábado, 07/09/2019, 16:54 - Atualizado em 07/09/2019, 16:53 - Autor: DOL


| Reprodução

O longa-metragem “Coringa”, do diretor Todd Philips e que apresenta o ator Joaquin Phoenix como o arqui-inimigo do personagem Batman, venceu na tarde deste sábado (7) o Leão de Ouro no Festival de Veneza. É a primeira vez que um filme baseado em história de quadrinhos vence este prêmio.

O júri que decidiu o prêmio para o filme foi presidido por Lucrecia Martel. O restante dos jurados foram: Paolo Virzì, Tsukamoto Shinya e Mary Harron, que são diretores; Piers Handling, historiador e crítico de cinema; Rodrigo Prieto, conceituado diretor de fotografia; e Stacy Martin, atriz.

O filme traz Joaquin Phoenix no papel de Arthur Fleck, um desequilibrado que acaba sendo rejeitado pela sociedade por causa de seus problemas internos. Uma série de eventos faz com que ele acabe abraçando o seu lado mais obscuro e se torne um vilão em Gothan City – no entanto, suas ações anárquicas acabam ganhando respaldo do grande público.

O elenco também é composto por nomes como Zazie Beets e Robert De Niro. A vitória no Festival de Veneza cacifa o longa-metragem para as premiações de fim de ano, como o Globo de Ouro e principalmente o Oscar.

Veja a lista completa da premiação:

Leão de Ouro – Coringa, de Todd Phillips

Leão de Prata, Grande Prêmio do Júri – J’Accuse, de Roman Polanski

Leão de Prata, Melhor Diretor – Roy Andersson, por About Endlessness

Taça Volpi para a Melhor Atriz – Ariane Ascaride, por Gloria Mundi, de Robert Guédiguian

Taça Volpi para o Melhor Ator – Luca Marinelli, por Martin Eden, de Pietro Marcello

Melhor Roteiro – Yonfan, por N. 7, Cherry Lane

Prêmio Especial do Júri – La mafia non è più quella di una volta, de Franco Maresco

Prêmio Marcello Mastroianni para o Melhor Jovem Ator ou Atriz – Toby Wallace, por Babyteeth, de Shannon Murphy

O prêmio FIPRESCI, da associação internacional de críticos de cinema, foi para J’Accuse, de Roman Polanski. O prêmio Leão do Futuro para uma primeira obra, cujo júri foi presidido por Emir Kusturica, foi atribuído a You will die at 20, do sudanês Amjad Abu Alala.

(Com informações do portal Cena Pop)


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS