Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


30°
R$
LUTO!

Morre Rutger Hauer, conhecido por viver vilão de 'Blade Runner'

quarta-feira, 24/07/2019, 19:43 - Atualizado em 24/07/2019, 19:43 - Autor: Marli Portilho


Rutger Hauer em cena de Blade Runner: O Caçador de Androides
Rutger Hauer em cena de Blade Runner: O Caçador de Androides | Reprodução

O ator holandês Rutger Hauer, cuja carreira ficou marcada pelo papel do vilão Roy Batty no filme 'Blade Runner: O Caçador de Androides' (1982), morreu na última sexta-feira (19), aos 75 anos, após uma grave doença ainda não especificada. Através do agente do ator, o site de notícias "Variety" confirmou hoje (24) a triste notícia.

Hauer começou a atuar nos anos 60, e ganhou grande destaque através da parceria com um compatriota holandês, o diretor Paul Verhoeven. Juntos, eles trabalharam nos filmes "Louca Paixão", "O Amante de Kathy Tippel" e "Soldado de Laranja", lançados entre 1973 e 1977.

Logo após a produção, Hauer foi parar em Hollywood, atuando ao lado de Sylvester Stallone em "Falcões da Noite", em 1981. O filme de ficção científica dirigido por Ridley Scott não foi bem nas bilheterias na época, mas ganhou status de cult com o passar dos anos. Enquanto isso, Hauer encarnou outro papel marcante em "O Feitiço de Áquila", de 1985.

No longa de fantasia de Richard Donner, Hauer e Michelle Pfeiffer viviam um casal amaldiçoado enquanto ela se transformava em um gavião durante o dia, ele virava um lobo durante o dia, ele virava um lobo durante a noite, condenando-os a nunca estarem juntos como humanos.

Outros filmes de destaque da carreira de Hauer incluíram Conquista Sangrenta (1985, retomada de sua parceria com Verhoeven), A Morte Pede Carona (1986), Fúria Cega (1989), Buffy, A Caça-Vampiros (1992), Confissões de Uma Mente Perigosa (2002), Sin City: A Cidade do Pecado (2005), Batman Begins (2005) e Valerian e a Cidade dos Mil Planetas (2017).

Na TV, o ator  apareceu em títulos como Alias: Codinome Perigo, Smallville: As Aventuras do Superboy, True Blood e The Last Kingdom. Hauer venceu um Globo de Ouro em 1988, pelo telefilme Fuga de Sobibor, e foi indicado novamente em 1995, por A Nação do Medo.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS