Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Entretenimento

MARIANA WEICKERT

Apresentadora dá à luz um menino após ter contraído coronavírus

sábado, 27/06/2020, 17:44 - Atualizado em 27/06/2020, 17:44 - Autor: FOLHAPRESS


Os cuidados foram redobrados durante o parto
Os cuidados foram redobrados durante o parto | Arquivo Pessoal

Mariana Weickert, 38, deu à luz um menino, Felipe, na noite de sexta-feira (26), conforme anunciou em suas redes sociais. Casada com o empresário, o empresário Arthur Ferraz Falk, Mariana já é mãe da pequena Theresa.

A apresentadora revelou na semana passada que havia contraído a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. Também por isso, tanto ela quanto os médicos tiveram cuidados redobrados durante o parto, usando máscaras e protetores faciais.

Segundo contou, o parto foi "lindo, rápido e normal". Ela afirmou que foi ao hospital para fazer um novo teste para saber se já estava curada, "mesmo sabendo ser praticamente impossível em apenas 9 dias pós o primeiro diagnostico". Como já estava sentindo contrações, descobriu que já estava com dilatação de 5 cm.

"Como assim? Não trouxe nada, não avisei a Tetê, não me preparei. Afinal, estavamos só tentando buscar um exame negativo dessa loucura toda pra que o nosso bebê chegasse no ambiente mais seguro possível. Não deu tempo!", relatou. "E no dia exato em que Felipe completava 39 semanas dentro de mim, resolveu nascer. Lindo! Forte! No seu momento! Foi emocionante!"

"Tudo aconteceu muito rápido", avaliou. "E mesmo cheios de medos e insegurança pelas circunstâncias, nosso médico e equipe encheram a gente de amor e certezas de que esse menininho chegou na hora certa, no momento certo e que o mundo sem ele estava totalmente incompleto."

Ela ainda deixou um recado para o pequeno: "Bem-vindo pra transformar e completar o meu mundo, Felipe. Te amamos infinito desde sempre!".

Há poucos dias, a ex-modelo havia afirmado que não entendia como havia contraído a doença, já que estava em isolamento absoluto. "Estamos todos bem. Muito assustados com o diagnóstico, até porque a gente está na reta final da gravidez, estou entre 38 e 39 semanas. Me cuidei muito, a gente era tipo a 'família nóinha', mas sempre achei melhor pecar pelo excesso de zelo", afirmou ela, que confirmou diagnóstico positivo para toda a família.

Mariana tinha relatado ter sentido alguns sintomas, como moleza, dor de cabeça e ausência de paladar, apesar de continuar a comer como uma "capivara raivosa". Ela havia dito ainda que torcia para que o bebê esperasse um pouco para nascer, para que ela não tivesse mais sintomas e pudesse ficar com ele após o parto.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS