Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Entretenimento

ROMPIMENTO

Ex-paquita da Xuxa diz ter ficado 15 anos sem falar com apresentadora

sábado, 16/05/2020, 16:49 - Atualizado em 16/05/2020, 16:03 - Autor: FOLHAPRESS


Briga esteve ligada ao rompimento entre a rainha dos baixinhos e a ex-empresária dela Marlene Mattos
Briga esteve ligada ao rompimento entre a rainha dos baixinhos e a ex-empresária dela Marlene Mattos | Reprodução

Andréa Veiga, 50, a primeira paquita de Xuxa, 57, contou ter ficado 15 anos sem falar com a apresentadora. O rompimento aconteceu quando a Rainha dos Baixinhos encerrou sua parceria com Marlene Mattos, 70, de quem era empresária. A amizade só foi retomada porque a ex-assistente de palco procurou a Rainha dos Baixinhos.

"Quando teve o rompimento, eu tinha acabado de ter filho, estava de licença-maternidade. Foi uma época muito complicada para mim. Eu era amiga das duas e não podia tomar uma posição de nenhum dos lados. Se tivesse tomado posição, estaria sendo extremamente canalha", relembra Veiga, que afirma não saber o que levou ao fim da amizade entre Mattos e Xuxa.

A ex-paquita contou não manter amizade com Mattos, mas que é grata a diretora de diversos programas de TV por tê-la levado para trabalhar com ela e também por ter pagado parte de sua faculdade. "Tudo se esfriou. A Marlene se isolou muito, hoje em dia eu tenho pouquíssimo contato com ela. Falamos muito raramente pelas redes sociais. Agora tenho mais contato com a Xuxa", afirma.

"Ela exigia muito, mas me ensinava muito também. Acho que ela foi muito grossa comigo em alguma momentos, com outras pessoas também. Mas, quando você conhecia a Marlene mesmo, ela era uma pessoa completamente diferente", conta Veiga, relembrando a fama de durona de Mattos.

"Parecia que era um personagem que ela vestia para fazer com que aquela engrenagem andasse, que precisava de alguém de pulso. Foi ela a responsável por eu ter me formado em Jornalismo. Ela virou para mim e disse que eu precisava me formar, fazer uma faculdade. Muito do que eu sou hoje devo a ela. Não posso negar sua importância na minha vida. Tinha um gênio de cão? Tinha! Mas ela me ensinou muito", falou, categórica, a ex-paquita em entrevista a Joana Di Carso, no Youtube, para a série "Foi Tão Bom".

Ao relembrar sua história na TV, que teve início quando tinha cerca de 12 anos, no Clube da Criança, ela diz que inventou a profissão de paquita, que só ganhou a dimensão conhecida atualmente quando Xuxa saiu da extinta TV Manchete. "Quando mudou para a Globo ficou mega. Nos testes para escolherem novas paquitas, lembro que tinham cinco mil meninas inscritas. Dentro, eu não tinha a dimensão do que era fora", recorda-se.

Veiga revelou que o famoso uniforme das ajudantes de palco foi uma sugestão da mãe de Xuxa, porque a apresentadora tinha sido baliza na escola. Já o nome paquita surgiu de forma aleatória, segundo Veiga. "A Xuxa perguntou meu nome e quando eu disse, ela falou 'aqui todo mundo tem nome estranho, vamos arrumar um apelido para você?'. Eu falei 'tá bom'. Tinha um 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS