Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$

Entretenimento

POLÊMICA

Celso Freitas não é citado pelo JN durante transmissão dos 50 anos da emissora

sexta-feira, 06/09/2019, 17:34 - Atualizado em 06/09/2019, 17:50 - Autor: Com informações TV Foco


"Uma emissora que quer contar a história da TV e preservar a memória do veículo não deveria omitir nomes que fizeram parte desse passado”, alfinetou o jornalista
"Uma emissora que quer contar a história da TV e preservar a memória do veículo não deveria omitir nomes que fizeram parte desse passado”, alfinetou o jornalista | (Reprodução)

O jornalista Celso Freitas, atual âncora do Jornal da Record, não foi convidado para as celebrações dos 50 anos do Jornal Nacional (JN), que aconteceu no último domingo (1), e nem foi citado nas edições comemorativas da emissora. Freitas apresentou o JN de 1983 a 1989 e disse que achou “mesquinho” não ter sido mencionado em momento algum.

“Não gostaria de ter sido convidado e até entendo que não caberia um convite. Mas uma omissão de 32 anos dedicados a uma empresa? Emprestei meu talento”, disse Freitas em entrevista ao Uol, alegando que não seria conveniente estar no evento da concorrência.

“Mas acho mesquinho não ter sido sequer mencionado. Uma emissora que quer contar a história da TV e preservar a memória do veículo não deveria omitir nomes que fizeram parte desse passado”, completou, lembrando de outros casos em que a Globo ignorou ex-talentos, hoje na concorrência.

Ao contrário de Celso Freitas, o apresentador Sérgio Chapelin foi convidado para a festa. Chapelin deixou a Globo em 1989 para comandar um programa no SBT, mas logo retornou a emissora carioca para apresentar o próprio JN até 1996 quando foi para o Globo Repórter, onde permanece até hoje.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS