Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Entretenimento

POLÊMICA

Anitta defende a descriminalização do aborto, mas afirma que não abortaria

segunda-feira, 29/07/2019, 19:21 - Atualizado em 29/07/2019, 19:21 - Autor: Marli Portilho


As declarações da cantora dividiu opiniões na internet.
As declarações da cantora dividiu opiniões na internet. | (Reprodução/ Instagram)

A cantora Anitta causou a maior polêmica após fazer algumas declarações bombásticas em uma entrevista a revista Marie Claire que vai está nas bancas a partir desta quarta-feira (31).

Ver essa foto no Instagram

Yo bed won't take it

Uma publicação compartilhada por Anitta 🎤 (@anitta) em

Em uma conversa franca, a cantora falou de diversos assuntos entre carreira, aposentadoria, namorado e filhos, mas o que chamou a atenção foi o fato da funkeira dizer que defende a descriminalização do aborto, um assunto bastante polêmico. Porém, as declarações da cantora acabou divide opiniões na internet. Confira alguns trechos da entrevista!

Namorado

Ver essa foto no Instagram

Today we celebrate Valentine's day in my country. / Hoy celebramos el día de los novios en mi país. / Hoje é dia dos namorados no Brasil. E meu coração tá radiante de alegria porque o destino te trouxe mais uma vez pra minha vida. Tudo na vida tem seu momento certo. Obrigada por me convencer a dar mais uma chance pra gente. Eu não sou fácil de ser convencida a mudar de ideia mas já já descubro o que você fez pros meus familiares e amigos fazerem essa força tarefa #TeamPedro ao seu favor hahaha. É uma delícia ter um namorado que te trata como uma rainha todos os dias, que te admira, que ama te ver crescer profissionalmente, que sabe de tudo que você vivia loucamente "sin miedo" na sua solteirice (bem no estilo do clipe mesmo hahaha) e não tá nem aí pra isso. Com você eu posso ser eu mesma o tempo todo, ou as 10 versões minhas que eu tenho aqui dentro. Com você é só bom humor, só positividade e muuuuuito romantismo, seu grude. Feliz dia dos namorados ao meu @pedroscooby e a todos vocês. ❤️

Uma publicação compartilhada por Anitta 🎤 (@anitta) em

“Eu e o Pedro [Scooby] nos conhecemos há três anos, numa festa. Quando ele estava dando em cima de mim, falei: ‘Não fico com homem casado, não’. Ele respondeu que estava solteiro e me mostrou umas matérias. Aí pensei: ‘Ahhh, vou pegar porque esse cara é gato, hein?’. Peguei. Isso faz três anos. Ficamos juntos uns meses, mas eu, na época, não estava que nem estou hoje – ‘deixa a vida me levar’. Não queria fazer nada que as pessoas pudessem saber, porque iriam achar que eu era pivô de separação e tenho pavor dessas coisas. Não quero me envolver em treta de ninguém, então fiquei bem reservada. Mas é muito complicado ter namoro assim, por isso a gente terminou. Aí, dessa vez, ele me mandou mensagem no meu aniversário, mandou flor, e a gente voltou. Não fico conversando de ex com meu namorado, não. Converso sobre mim. Respeito a família dele, o passado, não me meto.”

Carreira

Ver essa foto no Instagram

Last one I promise

Uma publicação compartilhada por Anitta 🎤 (@anitta) em

“Trabalho porque gosto, porque me dá prazer. Se parasse agora, sentiria falta depois e não quero isso. Vou parar quando fizer 30 anos [em 2023], porque não quero voltar com 40 ao mesmo ritmo de antes. Sou muito organizada, gosto de separar as coisas. Quero seguir trabalhando com o que já faço hoje além da carreira artística, que é no ramo empresarial, consultoria, na parte criativa. Tudo o que já faço no meu trabalho atrás das câmeras, pretendo continuar fazendo com novos artistas, mas não vou mais cantar e dançar.”

Filhos

Ver essa foto no Instagram

Cartão postal

Uma publicação compartilhada por Anitta 🎤 (@anitta) em

“Quero ter vários, muitos. Gosto de casa cheia. Quero adotar também. Só que é um plano para depois. Se acontecesse de engravidar agora, paciência. Não abortaria pelas minhas crenças religiosas. Sou espírita, acredito em questões de reencarnação, carma etc. E também não teria motivo [para abortar], sou saudável, tenho como sustentar. Mas defendo a descriminalização, total. Acho que as pessoas têm que ter o direito de agir conforme as crenças delas. Não é porque acredito em X que todo mundo tem que acreditar igual. Acho que quem não está a fim de ter um filho precisa ter a opção de fazer isso com segurança. Apoio a liberdade de escolha.”

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS