Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Entretenimento

ATENÇÃO!

O toque no clitóris pode ser mais prazeroso? Descubra!

sexta-feira, 05/07/2019, 18:42 - Atualizado em 05/07/2019, 18:49 - Autor: null


| Reprodução/ Internet

Em uma relação sexual o conjunto de carícias realizadas antes do ato sexual em si, as famosas "preliminares", funciona como um aquecimento, uma especie de incursão no universo erótico do outro, que pode começar com um beijo ou um olhar e sem lugar certo para acontecer. Mas todo esse esforço ainda não é suficiente para algumas mulheres.

Segundo um estudo realizado recentemente pelo Centro de Promoção da Saúde Sexual, da Universidade de Indiana, nos Estados Unidos, 37% das mulheres precisam da estimulação do clitóris para conseguir atingir o orgasmo. O estudo na integra foi publicado no Journal of Sex & Marital Therapy.

O trabalho científico mostrou que, para 36% das mulheres, o clitóris é indispensável para o orgasmo e o simples ato de tocá-lo torna a relações sexual ainda melhor. O estudo foi realizado com 1.055 mulheres, de todas as faixas etárias, que afirmaram categoricamente o que seus parceiros precisavam fazer para que elas atingissem o nível máximo de prazer.

Ao contrário dos estudos anteriores sobre o tema, este buscou se aprofundar ainda mais em como as mulheres preferem ser tocadas e estimuladas. De acordo com os levantamentos, cerca de 3 em cada 4 mulheres disseram que alguns de seus orgasmos são melhores do que outros e a intensidade varia.

E para 78% delas, gastar tempo criando a excitação é primordial. Já 44% delas afirmaram que não se sentem com pressa ou pressionada por essa ser a solução e 39% cita o toque no clitóris como decisivo.

Já os 13% delas afirmam que a masturbação durante o sexo pode acelerar seu orgasmo, enquanto que para as 11% afirmam que a estimulação anal leva ao prazer.

Já com relação em quais as partes que elas querem ser tocadas? O clitóris é a resposta de 67% das mulheres, 45% delas prefere em torno do clitóris, e 25% preferem que ocasionalmente estimule seu clitóris, mas que não seja aplicada pressão direta sobre ele. Os dois tipos de toque mais citados como preferidos por elas foram: para cima e para baixo (64%) e movimentos circulares (52%).

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS