Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Concursos

Concursos

Quer mudar de emprego? 8 dicas para quem está repensando a vida profissional

domingo, 10/02/2019, 07:29 - Atualizado em 10/02/2019, 07:29 - Autor:


O descontentamento no ambiente de trabalho é um dos fatores que fazem as pessoas repensarem suas vidas profissionais. O desejo de descobrir novos horizontes também pesa na hora de decidir mudar de emprego.


Contudo, é preciso ficar atento para saber se é realmente a melhor hora e levar em consideração a realidade do mercado e metas que são estabelecidas por ele em diversas áreas.


Para a Master Coach de Carreira, Thayana Benmuyal, esse momento deve ser bastante analisado e planejado. Mas qual seria a hora de realizar uma mudança de carreira e o que deve ser feito se a resposta for positiva?


Veja orientações repassadas por Thayana.


1. REFLETIR SE A MUDANÇA É MESMO NECESSÁRIA 


 Por que mudar? É preciso mudar? Se a resposta for “sim”, objetivos e ações devem ser traçados por quem almeja essa mudança. “É necessário sempre ter um plano estratégico”. Para Thayana, esse momento se dá quando é percebido um descontentamento, quando a rotina e execução de tarefas em determinada função não fazem mais sentindo. Esse é o primeiro sinal para se rever o caminho profissional.


2. TRAÇAR OBJETIVOS E AÇÕES 

Após tomar a decisão de mudar, é preciso estar ciente do que se quer. Se comprometer com o que buscar, com os objetivos, estabelecendo metas a curto e longo prazos. É preciso de uma análise mercadológica, principalmente se a mudança envolver abrir seu próprio negócio. “Quem quer abrir uma loja de sapato, por exemplo, precisa estudar o público, a loja tem em vista qual usuário? É preciso com ações, trazer o que está longe, no plano das ideias e sonhos, para que isso não se perca e possa se concretizar de fato”.


3. SE QUALIFICAR


A qualificação profissional vai ajudar na preparação e aprimoramentos das habilidades para melhor executar as tarefas exigidas. Procurar inovar, ser criativo e através da qualificação trazer algo diferente. O mercado precisa de novidades, do diferencial. Uma pergunta a ser feita é: o que posso oferecer de inovador nessa área?


4. COMPREENDER O MERCADO ESCOLHIDO


Quem almeja trocar de emprego ou até mesmo começar a atuar em um, deve procurar saber se aquela área escolhida é de acordo com seu perfil. Mas como fazer isso? Tendo calma na hora da escolha, fazer um teste de afinidade, se informar sobre as demandas daquela profissão. Conversar com profissionais formados e atuantes no mercado pode ser também de grande ajuda.


5. SER CONFIANTE NA MUDANÇA


Precisa ter certeza de suas escolhas e isso é algo pessoal. A construção da confiança se dá quando se tem uma meta a ser perseguida. E, para isso, também é preciso se planejar. “Pessoas que são mais confiantes têm mais chances de sucesso tanto na vida pessoal, como profissional”, ressalta.


6. COMO A PESSOA QUE ESTÁ PROCURANDO EMPREGO PODE OTIMIZAR ESSA BUSCA?


A dica é: não desanimar. Procurar ajuda de outras pessoas e se informar sobre vagas. Elaborar um bom currículo e se qualificar. Uma opção é cadastrar currículos de forma on-line. Várias empresas estão recrutando através de sites que mantêm um grande banco de dados. “O currículo sempre deve estar direcionado de acordo com a área, cargo e perfil da empresa que deseja integrar”, comenta a Coach. Entrar no site da instituição também é muito válido para ficar sabendo de possíveis vagas.


7. POSTURA QUE A PESSOA DEVE ADOTAR ESTANDO EMPREGADA OU PROCURANDO UMA OPORTUNIDADE


Quando uma empresa contratar alguém, ela espera do colaborador atitudes e comprometimento. É preciso ter visão como dono, fazer acontecer como se o negócio fosse seu. Também se faz necessário criar bons relacionamentos interpessoais.


8. CONCURSO PÚBLICO


Nos concursos as pessoas precisam também buscar a área de identificação e ter foco. Não é somente estudar. Conversar com pessoas que já passaram para tomar conhecimento das estratégias utilizadas, matricular-se em um cursinho ou estudar em  casa mesmo, tendo foco, dedicação e plano de estudo.


Sinais de que você precisa procurar um novo emprego

1. Você não está mais aprendendo: Aprender com o seu trabalho é extremamente importante. Quando você já recebeu tudo o que era possível na sua posição ou empresa, é um bom momento para começar a procurar outras oportunidades.

2. Você não vê uma progressão de carreira dentro da empresa: Permanecer estagnado na mesma posição por muito tempo pode afetar a sua satisfação e até mesmo sua performance em seu emprego. Quando não há chance de promoção, as pessoas tendem a ficar desmotivadas. Quando isto acontece, o trabalho se torna uma obrigação. Claro, trabalho é sempre trabalho, mas é possível – e importante – amar aquilo que você faz. 

3. Você não se sente valorizado

4. Quando se vê procrastinando... Muito: Procrastinar faz parte da natureza humana. Mas se você realmente não consegue encontrar uma pequena parte do seu trabalho que te engaje e ache interessante, e você se encontra passando a maior parte tempo navegando 
por sites e redes sociais, repense sua situação.

5. Você não consegue ser quem realmente é: Você evita falar o que pensa no trabalho? O ambiente é tão engessado que você não consegue nem ter uma conversa relaxada com seus companheiros de equipe? Sua ideia sempre é imediatamente descartada? Então, provavelmente, você já começou a se “editar”. Quando você para de ser autêntico, existe um problema. 

6. Sua conversa fora do escritório envolve quase sempre o trabalho: Falar apenas sobre o trabalho pode ser um sinal de problema. Se você não consegue tirar sua cabeça do escritório, é provável que ele está demandando muito de você. Todos falam sobre trabalho com amigos e família, mas há sempre outros tópicos de conversa. 

7. Você tem tido mais problemas de saúde: Em casos mais sérios, o estresse ocasionado pelo trabalho pode ser o gatilho para vários tipos de complicações de saúde. Desde problemas de pressão até ataques de pânico e ansiedade, afetando de forma realmente negativa 
o seu cotidiano. O estresse pode ser considerado como “ossos do ofício”. Porém, ataques de pânico e ansiedade não são condições “normais” e, se você começar a experienciar este tipo de situação é um indicativo claro de necessidade de mudança de ares.

8. Você está pensando em sair: Se isto estiver em sua mente por um tempo, está na hora de se mover. Considere todas as suas opções antes e, apenas realmente se movimente quando tiver um plano. (FONTE: Portal Michael Page)


(Wesley Costa/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS