Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Concursos

Concursos

Veja as orientações para fazer uma boa redação no Enem

quarta-feira, 31/10/2018, 08:19 - Atualizado em 31/10/2018, 08:20 - Autor:


Uma das avaliações mais importantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é a redação. Ela será aplicada neste domingo (4), na primeira fase do exame, quando os alunos terão de responder ainda questões de linguagens e ciências humanas. “O perfil do Enem é voltado para discussão a respeito das minorias, por isso acreditamos que os temas prováveis estejam relacionados a isso”, aposta Nicinha Câmara, professora de redação.


Com base nisso, a professora diz que entre os assuntos atuais e que podem ser cobrados estão: os obstáculos para o envelhecimento com qualidade de vida no Brasil; obstáculos para conter a disseminação de notícias falsas; obstáculos para combater o uso de bebida alcoólica por menores de 18 anos, entre outros.


A especialista explica que a construção de uma boa redação não é uma receita de bolo. Porém, é possível atingir a nota máxima -1000-, se atender aos critérios exigidos pela banca examinadora. Segundo ela, a redação deve ser dissertativa argumentativa e ter no mínimo 8 linhas e no máximo 30. Além disso, o estudante não deve fugir do tema proposto.


E não há regra sobre o momento exato para iniciar a redação, pois é algo particular. Mas, para Nicinha, o ideal é que aluno construa em até duas horas. Outra dica é escolher bem as palavras. “É preciso ter coesão. O Enem privilegia a estrutura sintática, ou seja, a construção de frases. E a proposta de conclusão deve ser cidadã, que vise a minimização do problema e propor mudanças”.


Para ter mais chances de tirar uma boa nota, o aluno deve ter se preparado o ano inteiro, ter uma base de leitura, ou seja, referências sobre o assunto.


SERVIÇO


  • Dicas para construir uma boa redação


– Ler com atenção o tema e ter tranquilidade. Com uma leitura minuciosa e o domínio do nervosismo o aluno que está preparado conseguirá desenvolver o texto


– Construir o projeto estratégico de texto. Colocar no rascunho as ideias principais, estando elas associadas entre si e contendo introdução, argumentação e conclusão


– Construir o repertório. Ou seja, as áreas de conhecimento que serão utilizadas no texto. Isso pode incluir referências de filósofos, personalidades, notícias veiculadas na mídia, entre outras fontes.


  • A redação será avaliada em 5 competências, cada uma valendo 200 pontos


– Língua formal, o texto deve atender às normas da língua portuguesa


– Compreensão da proposta de redação e aplicação das áreas de conhecimento para desenvolver o tema. Este critério é o único que leva o candidato a zerar a prova


– Seleção, relação, organização e interpretação das informações, fatos e opiniões para defender o ponto de vista


– Domínio dos mecanismos linguísticos: conjunções, preposições, pronomes e etc


– Elaborar uma proposta de intervenção (conclusão), respeitando os direitos humanos, pois o Enem visa uma construção cidadã


  • Estudantes que irão fazer as provas devem ficar atentos ao horário de verão


O início do horário de verão, marcado para domingo (4), primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), é mais um desafio para os candidatos paraenses, que devem ter atenção redobrada. A abertura dos portões vai obedecer ao horário oficial de Brasília, que vai estar com os relógios adiantados em uma hora. Ou seja, em nosso Estado, que está fora do horário de verão, os portões serão abertos às 11h e fechados às 12h.


Um incidente ocorrido no último dia 21, quando clientes das operadoras foram surpreendidos com o horário de celulares e computadores adiantados em uma hora, reforça a necessidade de se precaver e não perder a hora.


SERVIÇO


Para quem quiser confirmar se seu celular está com o horário certo ou quiser se antecipar a uma possível mudança automática errada de horário, especialistas apontam as seguintes dicas:


  • Ajustar o celular para que ele não altere automaticamente


Para fazer isso, o candidato deve ir nas configurações de seu celular, selecionar a parte de sistema “data e hora”. Nela, a maioria dos aparelhos conta com a opção para desativar o fuso horário automático.


  • Buscar a expressão “Hora certa” no Google


O Google pode ajudar até nestas horas. Ao pesquisar o termo “Hora certa” no buscador, ele abre uma opção fixa com o horário correto para sua geolocalização.


  • Usar relógio analógico (despertadores e relógio de pulso)


Em épocas sem tanta tecnologia, a noite da mudança do horário de verão contava com o pré-ajuste do relógio para que as pessoas já acordassem na hora certa. O uso de relógios e despertadores analógicos pode ser útil para não perder a hora da prova.


(Michelle Daniel/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS