Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Concursos / Estaduais

PREPARE-SE

Governo do Pará prepara novos concursos para as áreas de segurança, saúde e educação

segunda-feira, 13/07/2020, 20:35 - Atualizado em 13/07/2020, 20:35 - Autor: Ag. Pará


Só para a Polícia Civil serão ofertadas cerca de 1.500 vagas para os cargos de delegado, escrivão e papiloscopista
Só para a Polícia Civil serão ofertadas cerca de 1.500 vagas para os cargos de delegado, escrivão e papiloscopista | Leandro Santana/Polícia Civil

O ingresso de pessoal no serviço público mediante concurso é priorizado pelo Governo do Pará. Desde o início da gestão, em 2019, já foram realizados quatro certames e nomeados mais de 3.200 novos servidores aprovados em outros oito concursos.

Novos editais devem ser lançados principalmente nas áreas de segurança pública, saúde e educação.

A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad) informou que estão em fase licitatória os processos de contratação da banca organizadora para a realização das provas da Polícia Civil (PC) e Polícia Militar (PM). 

O Governo do Pará já iniciou os preparativos para órgãos de segurança pública (polícias Civil e Militar, Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) e Departamento Estadual de Trânsito (Detran); saúde (Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna e Hospital Ophir Loyola) e educação (Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Universidade do Estado do Pará (Uepa). 

"Nós temos a convicção de que ainda no primeiro semestre de 2021 teremos o início das provas de seleção para a Polícia Civil do Estado. Vamos disponibilizar vagas para delegado, escrivão e papiloscopista, todos de suma importância no desvendar de crimes naquilo que trabalhamos enquanto polícia judiciária. Vamos ofertar em torno de 1.500 vagas, o maior da história do órgão levado a efeito por este Governo. Ganha a sociedade, com mais segurança pública e a tão almejada paz social", afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Alberto Teixeira. 

Outras áreas também devem ser contempladas, como a fiscal - concurso para Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), com cargos de nível superior; ambiental (Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade/Semas), e administrativa (Procuradoria-Geral do Estado do Pará/PGE, cargo com formação em Direito). 

A transparência nos processos seletivos é uma das diretrizes do Governo, de acordo com Thainná Alencar, secretária adjunta de Gestão de Pessoas da Seplad. "Realizamos uma live em que foi transmitida ao vivo a entrega de documentos das empresas que se habilitaram ao processo de concorrência para os concursos da PC e da PM. Desde o início da gestão abrimos os certames do Detran (Departamento de Trânsito do Estado do Pará), Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, Fundação Hemopa e da Seplad, que já foi concluído com nomeação inclusive de cadastro de reserva", afirmou Thainná Alencar. 

Em um ano e meio o Governo do Pará já nomeou mais de 3.200 aprovados nos concursos da Seduc; Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev); Agência de Regulação e Controle dos Serviços do Pará (Arcon); Seap; Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará (Adepará); Secretaria de Estado de Comunicação (Secom); Seplad e Fundação Carlos Gomes, que teve 60 convocados no último dia 8. 

TRAMITAÇÃO

Órgãos como Seduc e Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) já tiveram nomeações, e aguardam para concluir esses certames, que estão dentro do prazo de vigência. Já o da Fundação Hemopa foi homologado, porém aguarda alguns trâmites para convocar aprovados. Dois concursos - Detran e CPC Renato Chaves - estão em fase de curso de formação para os aprovados, que por conta da pandemia de Covid-19 aguardam novo cronograma. 

A secretária adjunta reafirmou o compromisso do Governo do Pará com o ingresso de servidores mediante concurso público e com o fortalecimento de áreas essenciais, como segurança pública, saúde e educação. "Continuamos com a mesma postura. Mesmo diante da pandemia não paramos os nossos trabalhos. A prioridade permanece sendo concurso, e estamos fazendo de tudo para agilizar os que estão em andamento. Mas precisamos respeitar as regras da OMS (Organização Mundial da Saúde) e o decreto do governador", pontuou Thainná Alencar.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS