Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Vereador denuncia conluio entre Zenaldo e Ministério Público; leia no RD!

No Linha Direta tem também o novo documento lançado para autistas no Pará

quinta-feira, 15/10/2020, 10:02 - Atualizado em 15/10/2020, 10:02 - Autor: Repórter Diário


As notícias do Pará na coluna Repórter Diário
As notícias do Pará na coluna Repórter Diário | Reprodução

A respeito da decisão da promotora Mariela Corrêa Hage, que arquivou denúncia sobre dispensa de licitação e superfaturamento na compra do medicamento Azitromicina 500mg pelo então secretário de Saúde, Sérgio Amorim, o vereador Dr. Chiquinho (PSOL) afirma que a promotora é a mesma que apresentou denúncia contra ele. “Uma perseguição política em conluio entre o prefeito e o MPPA. Ao saber que Amorim é cunhado do procurador geral, Gilberto Valente, passo a entender melhor o processo movido contra mim sob acusação (infundada) de acumular cargos públicos”, disse.

DENÚNCIA

Segundo Chiquinho, ele esteve com a promotora para esclarecer a situação, mas, cerca de um ano e meio depois, a denúncia foi enviada ao TJPA. “Penso em acionar o Conselho Nacional do MP, a fim de apresentar denúncia por perseguição política. Estou com meus parcos bens bloqueados, por conta de uma ação criminosa de uma promotora. Vou correr atrás do prejuízo, não deixarei que me prejudiquem”, destacou, citando que a decisão sobre Sérgio Amorim é uma forma de abafar as denúncias envolvendo a gestão de Zenaldo Coutinho.

PARTIDÁRIO

Em plena pandemia, causou estranheza a manifestação de mulheres de presidiários, organizada com carro-som, faixas, comida, camisas personalizadas, acampamento e aluguel de ônibus. Um aparato digno de grandes eventos. O ato, à entrada do Palácio do Governo, na manhã de quarta-feira (14), deixou no ar a dúvida quanto às suas reais intenções, assemelhando-se a um protesto de natureza político-partidária, onde pessoas humildes são usadas como massa de manobra por grupos interessados em desestabilizar a administração.

SIMINERAL

A edição de outubro do Simineral ON, publicação mensal do Sindicato das Indústrias Minerais do Pará, será lançada hoje, 15, e traz por meio de podcasts, vídeos e entrevistas pautas relevantes do mês para os paraenses: o Círio de Nazaré, o Dia das Crianças e o Outubro Rosa. A publicação pode ser acessada no site http://simineral.org.br/simineral-on. O podcast da edição entrevista o advogado Ricardo Melo, presidente da Comissão da Criança e Adolescente da OAB-PA. Ele fala sobre a importância do Estatuto da Criança e do Adolescente.

EXPANSÃO

O setor de serviços no Estado do Pará registrou, em agosto, expansão de 1,3% no volume de serviços na comparação com o mês de julho, acompanhando o avanço (2,9%) observado no Brasil e em 21 das 27 unidades da Federação pesquisadas. É o terceiro mês consecutivo em que o setor varia positivamente, em meio à pandemia, que impôs regras de isolamento social. Apesar disso, a variação positiva ficou abaixo da média nacional, indicando que o setor se recupera de forma mais lenta. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada pelo IBGE.

FORÇA

Em apoio às ações do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o governo federal determinou a permanência na Amazônia, por mais 180 dias, da Força Nacional de Segurança Pública. Os militares atuarão nas unidades de conservação federais, com ênfase no combate ao desmatamento, à extração ilegal de minério e madeira e à invasão de áreas, até 11 de abril de 2021. A Força Nacional combate crimes ambientais na Amazônia desde 2018. A portaria de prorrogação foi publicada hoje, 14, no Diário Oficial da União.

LINHA DIRETA

A comunidade autista no Pará festeja uma grande conquista: o lançamento da Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea) pelo governador Helder Barbalho. Com ela, o governo poderá criar um banco de dados informatizado sobre pessoas com autismo no Pará (CadTEA).

A Defensoria Pública do Estado realiza, nesta quinta-feira, às 14h30, a roda de conversa “Você sabe o que é Racismo Estrutural?”. A transmissão será via YouTube, com as participações da professora Zélia Amador de Deus e Darlah Farias, militantes da causa negra.

Populações indígenas de Oriximiná e Santarém vão receber nos próximos dias mais de 11 mil cestas de alimentos. As doações resultam de parceria entre o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, Funai e a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

A Funai se encarregará da distribuição das cestas adquiridas pela Conab. Ao todo, 2.865 famílias indígenas serão beneficiadas. Cada família vai receber quatro cestas básicas. As unidades pesam 22 kg e contêm alimentos como feijão, arroz, óleo de soja, macarrão, fubá, açúcar e leite em pó.

A 2ª edição do Festival de Cinema de Alter do Chão, que bateu recordes de inscrições e países (2072 filmes e 105 nações), terá um júri estelar na Mostra Competitiva, composto por Xavier de Oliveira (presidente), Pedro Bial, Zezé Motta, Marcelo Tas, Célia Maracajá e Indaiá Freire.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS