Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

DESTAQUES

Abandonar para privatizar - o lema da gestão de Zenaldo. Veja no Repórter Diário!

As notícias de Belém e do Pará na coluna do Diário

segunda-feira, 28/09/2020, 12:29 - Atualizado em 28/09/2020, 12:28 - Autor: Repórter Diário


As informações do dia você acompanha aqui
As informações do dia você acompanha aqui | Reprodução

O pacote de maldades de Zenaldo Coutinho, o pior prefeito que Belém já teve nas últimas décadas, parece não ter fim. O alcaide reservou para o último dos seus 8 anos de gestão armadilhas que vão complicar a gestão que inicia em janeiro do ano que vem, como a venda de espaços e serviços públicos que, por incompetência, não conseguiu administrar ao longo de duas gestões desastrosas. No primeiro semestre a prefeitura anunciou a entrega para a iniciativa privada da gestão do centenário Mercado de São Brás, após 8 anos de completo abandono e sem investir um tostão na revitalização do local. Os cerca de 500 trabalhadores que hoje atuam na área estão apreensivos e angustiados em relação à sua inserção no novo projeto. Semana passada protestaram temendo serem alijados do novo espaço, amargando o desemprego.

Maldade

Mal o segundo semestre começou e Coutinho anuncia a privatização do milionário serviço de iluminação pública na capital a partir de 2021, através de uma Parceria Público-Privada (PPP). Quem leu o projeto pensa que Belém se transformará na “Paris ao Tucupi”, a nova Cidade das Luzes da Amazônia, tantas são as metas. A concessionária que vencer a licitação, diz a prefeitura, irá investir, nos 2 primeiros anos, R$ 110 milhões “para modernização, eficientização energética, expansão, operação e manutenção da rede...”. Trocará ainda 100% das luminárias atuais por LED para “redução no consumo de energia e aumento de segurança pública”. A desconfiança é geral com a súbita preocupação do alcaide em pleno ano eleitoral.

Visita

O Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e comitiva composta por embaixadores e diplomatas da Áustria, Bélgica, Irlanda, Luxemburgo, Suécia e União Europeia no Brasil, bem como procuradores federais da 4ª e 5ª Câmaras do Ministério Público Federal (MPF), realizaram uma visita à Floresta Nacional de Carajás quinta e sexta-feira da semana passada. Foram apresentadas à comitiva ações realizadas pela Vale na área da mineração ambientalmente sustentável, além de atividades que congregam o desenvolvimento econômico e a preservação do meio ambiente. A ação serviu para desmistificar questões relativas à mineração na região amazônica.

Funcionamento

O Sistema BRT Belém estendeu seu horário de funcionamento desde o sábado. A última viagem do ônibus articulado, que desde a retomada do sistema, em agosto, aos sábados saía do Terminal Maracacuera ao meio-dia, agora passa a sair às 20h, com previsão de fechamento de terminais e estações até às 21h30. O início do serviço se mantém o mesmo, às 6h. Com a mudança, o atendimento dos usuários aos sábados se iguala ao horário de segunda a sexta e, com a ampliação, a integração com a linha Paracuri I - Presidente Vargas, iniciado dia 24, também ganha horário estendido aos sábados dentro do Terminal Maracacuera. No domingo o sistema continua fechado.

Imundície

Trabalhadores e clientes que frequentam o Mercado Municipal da Terra Firme denunciam uma situação séria que envolve saúde e questões sanitárias. Uma fossa localizada no fundo de um corredor do mercado está aberta, perto da venda de peixe, carne, verduras e lanchonetes. Uma torneira junto à fossa fornece água para limpar o local, higienizar os alimentos e até como bebedouro. Ontem o mau cheiro impregnou os corredores. O administrador do mercado, nomeado pelo prefeito, quando aparece por lá, ainda diz que não está no cargo “para tratar de fossa”. Alguns feirantes têm medo de falar. Outros se acostumaram à imundície. Os consumidores pedem socorro.

LINHA DIRETA

Agora se sabe porque Sérgio Amorim, secretário Municipal de Saúde, teve sua candidatura a vereador abortada: permaneceu no cargo para aparelhar a Sesma durante o período eleitoral. Servidores denunciam que Amorim vem realizando lotações irregulares na Unidade Municipal de Saúde da Condor.

Entre os lotados na UMS estão um sobrinho do titular da Sesma e mais sete pessoas de seu grupo político, com recebimento indevido de gratificações e extensão de carga horária, apesar de todos desenvolverem suas atividades no nível central, onde não tem direito de receber os benefícios.

Um pacote contendo cédulas falsas de real foi enviado pelos Correios para a Câmara Municipal de Óbidos, na manhã do último sábado. A remessa de dinheiro falsificado, cujo valor não foi divulgado, está sendo apurada pelas Polícias Civil e Federal.

O líder do Podemos na Câmara, deputado federal Léo Moraes (RO), está coletando assinaturas para protocolar uma PEC que acaba com a reeleição para cargos do Poder Executivo. Pela proposta, a mudança valeria a partir das eleições de 2026. A proposta defende mandato único de 5 anos.

Desde que disputar um segundo mandato foi permitida no Brasil, em âmbito federal, todos os Presidentes da República que concorreram à reeleição ganharam: entre 1998 e 2014, 69% dos governadores e 61% dos prefeitos conseguiram um segundo mandato. Nas eleições de 2016, 47% dos prefeitos foram reeleitos, enquanto que em 2018, a reeleição de governadores chegou a 50%.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS