Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
24°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Manobra para tirar Zenaldo do fogo e filme paraense no Amazon estão no RD

sexta-feira, 14/08/2020, 10:22 - Atualizado em 14/08/2020, 10:22 - Autor: Repórter Diário


Leia mais na coluna de hoje!
Leia mais na coluna de hoje! | Reprodução

O vereador Emerson Sampaio (PP) apresentou solicitação para que o prefeito de Belém e secretários municipais fossem convocados a prestar esclarecimentos à Câmara Municipal sobre os recursos gastos no combate à pandemia na capital paraense. Para evitar que Zenaldo fosse desmascarado em plenário, a bancada governista armou uma manobra e aprovou um requerimento – do aliado e bate-pau Mauro Gasolina Freitas – que abrandou a situação, permitindo que o tucano reenvie esclarecimentos por escrito, evitando o desgaste de uma cobrança cara a cara.

TRANSPARÊNCIA

O vereador Emerson Sampaio pretendia que o prefeito respondesse diante dos vereadores à denúncia do Ministério Público quanto à falta de transparência na aplicação de recursos durante a pandemia. Mauro Freitas teve a pachorra de elogiar o portal, ajudado por um vereador da base aliada que mencionou uma “falha” do site como justificativa. Já Sargento Silvano (PSD) destacou a importância da convocação do prefeito e aproveitou para agradecer ao governador Helder Barbalho por cuidar da população e ter sido transparente com os investimentos feitos no Estado.

RESPONSABILIDADE

A Secretaria de Estado de Cultura (Secult), que vai administrar o Porto Futuro, esclarece que o espaço continua sob a responsabilidade do Ministério do Desenvolvimento Regional, até que o distrato com a Companhia Docas do Pará seja assinado. Havia a expectativa de assinatura ontem, mas isso não ocorreu. Apesar de inaugurado pelo governo federal, o espaço segue fechado. Assim que o MDR concluir esta última etapa, a CDP fará a cessão ao Estado, possibilitando a abertura ao público. A Secult segue aguardando o rito legal ser cumprido para que a população de Belém possa usufruir do espaço.

ENSINO

Pesquisa do Instituto DataSenado divulgada ontem aponta que, para 63% dos pais ou responsáveis ouvidos, a qualidade do ensino entre alunos que tiveram aulas remotas, sofreu uma queda. Para 22%, a qualidade das aulas permaneceu igual e apenas 8% declararam que houve melhora no ensino com a mudança de formato, enquanto que 75% dos pais que tiveram filhos em aulas remotas preferem que as aulas voltem a ser presenciais quando a pandemia acabar.

FORMAÇÃO

Barcarena terá uma Escola de Trabalho e Produção até o final de 2021. A Hydro e o Governo do Pará assinaram, esta semana, um acordo para inclusão da escola entre as iniciativas do Termo de Compromisso firmado em setembro de 2018. O objetivo é fortalecer a formação técnico-profissional no município. A obra tem investimento de até R$ 25 milhões, que será custeado pela Hydro. Após a finalização, o prédio será doado ao Estado, responsável pelos equipamentos, mobiliário, bem como pela gestão, operação e manutenção do espaço. A obra deve gerar cerca de 250 vagas de emprego temporário durante a construção.

IMPROBIDADE

O promotor de justiça Márcio Almeida de Farias ajuizou ação civil pública contra o prefeito de Baião, Jadir Nogueira (PSDB), por improbidade administrativa. O gestor descumpriu decisão judicial que determinava o pagamento do salário dos professores em dia. Desde 2019, o prefeito tem atrasado o pagamento do salário de servidores da Secretaria Municipal de Educação sem explicar o motivo, visto que existe verba para esse fim. O promotor pede o afastamento do prefeito por 180 dias, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e pagamento de multa.

LINHA DIRETA

Integrantes da comitiva presidencial não esconderam a frustração com o pequeno público de apoio a Bolsonaro durante a solenidade de inauguração do Parque Futuro, ontem pela manhã. Os coordenadores locais foram cobrados ainda durante o evento.

Segundo o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Brasil tem um dos maiores sistemas judiciários do mundo, com 92 tribunais e cerca de 80 milhões de processos em tramitação. A boa notícia é que houve um avanço na digitalização de processos durante a pandemia.

Ao todo, 108 milhões de causas estão sendo digitalizadas, abrangendo o período de 2008 a 2018. Os tribunais, normalmente conservadores quanto a métodos de trabalho, acordaram para a tecnologia. Pastas, agendas, videoconferências e aplicativos passaram a fazer parte da rotina das cortes do país.

A Alepa será representada pelo deputado Raimundo Santos na live da Câmara dos Deputados denominada “Processo Legislativo Virtual e Participação Popular Durante o Período da Pandemia”, hoje, às 15h, em promoção da Secretaria de Transparência da Casa.

O catálogo do Amazon Prime tem mais um filme paraense produzido pela Floresta Cine Vídeo: “Aikewara, a ressurreição de um povo”, documentário que relata a saga do grupo indígena nos anos 70, em meio à guerrilha do Araguaia. A direção é de Luiz Arnaldo Campos e Célia Maracajá.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS