Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
32°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Úrsula desiste de concorrer à prefeitura e decisão sobre o Círio estão no RD de hoje

terça-feira, 14/07/2020, 09:27 - Atualizado em 14/07/2020, 09:26 - Autor: Repórter Diário


Saiba mais no Repórter Diário desta terça-feira
Saiba mais no Repórter Diário desta terça-feira | Reprodução

Em nota oficial divulgada ontem à noite, a secretária estadual de Cultura, Úrsula Vidal, anunciou desistência da pré-candidatura à eleição municipal. “Escutar, aprender, construir, partilhar. Quando esses verbos são conjugados no plural, tudo que se ergue do chão dos nossos sonhos é feito do barro mais sagrado: aquele que dá forma à justiça social, aos direitos individuais e coletivos, a uma vida mais solidária e feliz pra toda gente”, diz Úrsula na abertura da nota, para explicar em seguida os motivos que fizeram com que abrisse mão da disputa, mesmo na condição de uma das favoritas, segundo pesquisas recentes.

INSTABILIDADE

“Minha pré-candidatura em 2020 sempre foi pública. Um mês e meio atrás, eu decidi não sair da Secult porque uma alteração no período eleitoral já estava em curso no Congresso, por meio de uma PEC. Só que o projeto aprovado no Congresso deixou as regras do calendário eleitoral abertas a muitas interpretações”, acrescenta a nota. Diante do quadro de instabilidade jurídica e após reunir com o governador Helder Barbalho, Úrsula decidiu não confirmar a candidatura. Ela permanece na Secretaria de Cultura, presidindo o Fórum de Secretários e Dirigentes Estaduais de Cultura.

COOPERAÇÃO

O governador Helder Barbalho assinou ontem, juntamente com a secretária de Estado de Planejamento e Administração (Seplad), Hana Ghassan , um termo de cooperação com a Receita Federal para a atuação do órgão na Estação Cidadania, localizada em shopping de Ananindeua, para ampliar a prestação de serviços à população. O superintendente regional da Receita, Omar Rubin Filho, destacou os benefícios da iniciativa para a população, que terá direito a um atendimento diferenciado e ágil tanto para pessoa física como jurídica no local.

ESCOAMENTO

Depois de quase uma década de enrolação e falsas promessas nos três governos de Simão Jatene, empresários do nordeste paraense se uniram para discutir a implantação da linha fluvial no porto de Pernambuco, em Inhangapi, para ligá-lo por balsa ao porto de Vila do Conde, em Barcarena. A ideia é fazer com que o agronegócio, o comércio e as exportações da região se tornem mais competitivas, permitindo a verticalização das cadeias produtivas e o aumento na geração de emprego e renda. Uma empresa privada já instalou uma plataforma para carga e recarga nas balsas, que terão capacidade para transportar até 25 carretas.

AUDIÊNCIA

Os empresários já solicitaram uma audiência ao governador Helder Barbalho para expor o projeto e pedir ajuda principalmente no que se refere ao asfaltamento dos 25 quilômetros do ramal do Itaqui, que liga a rodovia BR-316 àquele porto, às margens do rio Guamá. Se for implantada, a linha fluvial ajudará no comércio e nas exportações e também evitará o tráfego de carretas que entram diariamente em Belém, não só trazendo carga de outros Estados, mas recebendo carregamento oriundo da Zona Franca de Manaus para ser depois transportado às outras regiões do país.

CÍRIO

A expectativa quanto ao Círio de Nazaré já tem data para terminar. Em entrevista, o arcebispo Metropolitano D. Alberto Taveira disse que tudo depende do parecer da Comissão Especial de Análise da Pandemia da Covid-19 da Diretoria da Festa de Nazaré, que será divulgado até o início de agosto, a dois meses do Círio. Antes, a previsão era de divulgação até 25 de julho. Sem entrar em detalhes, D. Alberto disse que “a responsabilidade é grande”. A impressão é de que, além de esperar pelo parecer, busca-se ganhar tempo para ver se a covid-19 declina no Estado.

LINHA DIRETA

Acontece hoje pela manhã a visita do governador Helder Barbalho às obras da rodovia Tapanã e da rua Padre Bruno Sechi (antiga rua Yamada), em Belém. Os trabalhos, de duplicação e requalificação das vias, são executados pelo Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM).

As vias totalizam nove quilômetros, eixos viários importantes para a capital, pois possibilitam a ligação da avenida Augusto Montenegro com a Arthur Bernardes até Icoaraci. A rodovia do Tapanã deve ser entregue até o final do ano e a rua Padre Bruno será concluída ano que vem.

O Sindicato das Indústrias Minerais do Pará relança amanhã o Prêmio Simineral de Comunicação. Devido à pandemia do novo coronavírus, o evento será on-line, acessível em todas as redes sociais do Simineral (YouTube, Facebook e Instagram), ancorado pela jornalista Layse Santos.

O defensor geral João Ledo e o delegado Alberto Teixeira assinarão um termo de cooperação nos próximos dias para a expedição de 240 mil carteiras de identidade por ano. O acordo é parte de um programa de cidadania que também agilizará a emissão da 2ª via de certidão de nascimento.

Uma parceria humanitária entre o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e Unilever vai viabilizar a entrega de 400 toneladas de produtos de higiene e limpeza para comunidades vulneráveis em sete capitais, começando por Belém. As mais de 1,5 milhão de unidades vão beneficiar cerca de 470 mil pessoas.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS