Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Vereadores trabalhando em julho e repórter precisando de sangue são assuntos do RD

quarta-feira, 10/06/2020, 10:50 - Atualizado em 10/06/2020, 10:50 - Autor: Repórter Diário


Leia mais na coluna desta quarta-feira
Leia mais na coluna desta quarta-feira | Reprodução

O plenário virtual da Câmara de Belém decidiu ontem manter os trabalhos legislativos em julho, período que o regimento interno previa o recesso parlamentar. No total, serão oito sessões em caráter extraordinário, ou seja, sem remuneração, às terças e quartas-feiras, em horário regimental e em regime semipresencial. Três propostas foram apresentadas, mas prevaleceu a tese de que o recesso não deveria ser cumprido. A maioria dos vereadores considerou que a casa já teve folga suficiente durante a quarentena até que as sessões virtuais fossem efetivadas.

QUÓRUM

Toré Lima (DEM) alertou, porém, para a necessidade de comparecimento. “Não é justo votar pra trabalhar no recesso e não aparecer nem pela internet”, disse. Igor Andrade (SD) defende que as presenças nas sessões de julho sejam amplamente divulgadas e que faltosos se justifiquem. Sargento Silvano (PSD) acrescentou que tem muito vereador que dá prioridade a outras atividades. “A gente vota pra vir em julho. Será que vai funcionar? Se tem gente que não vem em dias normais, imagina no recesso. Peço que a população fiscalize e que, se não der quórum, vá em cima de quem faltou”.

LICITAÇÕES

Nas últimas 72 horas, os municípios paraenses abriram 31 processos licitatórios emergenciais para fornecimento de materiais para o combate à covid-19. Os dados são do Tribunal de Contas dos Municípios (TCMPA). As licitações geraram um aumento de R$ 11.317.558,21 no valor global de contratações emergenciais feitas neste período. O levantamento aponta que atualmente 538 licitações estão sendo executadas pelos gestores, todas ligadas a compra de remédios, EPIs, ambulâncias e alimentos para merenda escolar. O total de contratos chega a R$ 244.994.139,43.

RETRABALHO

Enquanto a Prefeitura de Belém anuncia um plano de recolocação das lonas do mercado do Ver-o-Peso, incluindo teste de resistência após substituir o material que deteriorou na semana passada, os trabalhadores do complexo continuam indignados com a suspeita de atos de vandalismo. Zenaldo Coutinho chegou a acusar diretamente os feirantes e pode vir a ser responsabilizado judicialmente por isso. Ontem, técnicos da empresa responsável pela fabricação e instalação da lona trabalhavam fazendo teste de carga que deixou de ser feito na montagem inicial.

ACUSAÇÕES

Segundo a Secretaria Municipal de Urbanismo, a nova lona será submetida ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para verificação de qualidade. Tudo o que era para ter sido feito anteriormente. Com os questionamentos sobre a resistência da lona, a Prefeitura decidiu fazer perícia. Isso só confirma os muitos furos no processo. Sem garantia quanto ao tipo de material usado, Zenaldo preferiu se esquivar e tratou de botar a culpa nos feirantes, acusados (sem provas) por ele de rasgar e cortar a cobertura para prejudicar a obra.

DESENVOLVIMENTO

A Companhia e Desenvolvimento Econômico do Pará (Codec), após retornar às atividades presenciais, em Belém e Marabá, empenha-se agora em prosseguir com ações iniciadas antes da pandemia e que visam a promoção e melhoria do ambiente econômico do Estado. O presidente da Codec, Lutfala Bitar, disse ontem que, apesar do cenário atual, as ações em articulação com municípios, empresas e órgãos públicos continuarão a ser desenvolvidas. Uma dessas ações é a revitalização dos Distritos Industriais, que, após interrupção de 15 dias, já foram reiniciadas.

LINHA DIRETA

A Polícia Federal apreendeu, ontem, 250 caixas de cigarro contrabandeado em embarcação abordada no furo do Arrozal, em Barcarena. É a segunda apreensão envolvendo cargas de cigarro neste semestre. O produto vinha, provavelmente, do Suriname. Três pessoas foram presas.

O Museu Emílio Goeldi conseguiu garantir recursos financeiros junto ao Ministério de Ciência Tecnologia, Inovações e Comunicações para a montagem da exposição inaugural do novo Centro de Exposições Eduardo Galvão, no Parque Zoobotânico.

Em tratamento de covid-19, o repórter e apresentador Paulo Fernando, o Bad Boy, precisa com urgência de sangue tipo O Negativo. Doações podem ser feitas no IHEBE (travessa Mauriti, 1394), no horário de 07h30 às 18h, em nome de Paulo Fernando dos Santos Ferreira.

Um ataque de hackers ocorrido domingo (7) em todas as fábricas da empresa Moto Honda afetou a produção em Manaus. Os trabalhadores foram dispensados temporariamente. O motivo do ataque está em investigação, mas ocorreu em todas as fábricas da empresa no mundo.

O serviço de agendamento para emissão das Carteiras de Identidade e Trabalho foi retomado pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), através de aplicativo de mensagem. O agendamento vai ocorrer toda sexta-feira, das 8h às 12h, por meio do número (91) 99125-0644.

No ato do agendamento, a pessoa escolhe dia e horário da semana seguinte para pedir a emissão do documento na sede do órgão, em Belém. A emissão presencial será feita de segunda a quinta-feira, pela manhã, com oferta semanal limitada de 120 documentos.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS