Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
29°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Belém já vive caos funerário e Defensoria Pública cobra providências da Prefeitura

segunda-feira, 27/04/2020, 09:05 - Atualizado em 27/04/2020, 09:06 - Autor: Repórter Diário


O cemitério de Santa Izabel, em Belém, é um dos que vem recebendo os corpos de pessoas que morreram por causa do coronavírus.
O cemitério de Santa Izabel, em Belém, é um dos que vem recebendo os corpos de pessoas que morreram por causa do coronavírus. | Ricardo Amanajás/Diário do Pará

Diante do caos funerário em que Belém se encontra, a Defensoria Pública do Estado, por meio do Grupo de Trabalho para Acompanhamento em Sepultamentos e Cremação de Corpos em decorrência da Covid-19, foi encaminhada à Prefeitura de Belém proposta de Termo de Ajustamento de Conduta para organizar o setor tendo em vista a situação caótica dos sistemas de saúde devido ao aumento de infectados pela Covid-19. A defensoria vem buscando, há cerca de um mês, formalizar um Plano de Contingência do Serviço Funerário com a prefeitura para diminuir os impactos da doença e o colapso no sistema funerário do Estado.

MEDIDAS

Entre as ações propostas está a que os óbitos possam ser atestados em residências e na via pública independentemente de prévia requisição por autoridade policial, com procedimento de coleta de material nos corpos de falecidos para testes de Covid-19; informação e implementação de logística de recepção de cadáveres infectados ou suspeitos, durante 24 horas por dia, 7 dias por semana, nos cemitérios públicos; e indicação do número de sepulturas disponíveis nos cemitérios municipais para atender ao Plano de Contingência no Serviço Funerário, inclusive com a expansão do número de sepulturas.

TELEMEDICINA

Já estão disponíveis para pacientes com Covid-19, no Estado, atendimentos através do projeto Telemedicina. Os atingidos pelo vírus receberão ligação do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, para consulta com especialistas da unidade. Só deve receber a ligação a pessoa que realizou o teste, foi positivada e que não esteja hospitalizada. O Telemedicina Pará é uma iniciativa do governo estadual, por meio da Sespa e Prodepa com o objetivo de levantar os casos e monitorar as informações. Até o momento o serviço realizou 104 contatos bem sucedidos com pacientes de 13 municípios paraenses.

ATENDIMENTO

A simples presença de um médico nas unidades de saúde, especialmente nos prontos-socorros de Belém, resolveria boa parte dos problemas de quem está com sintomas do novo coronavírus ou outra enfermidade. Isso resolveria o drama dessas pessoas, que estão vendo as portas destes locais fechadas por causa da carência de profissionais. Hoje, a luta não é por um leito de UTI ou um respirador e sim pelo atendimento médico que tranquilize este paciente. Uma medicação que atenue o seu problema até encontrar uma solução melhor. Duro é ir e sequer ser atendido, voltar para casa sem nada.

LIVRE E LEVE

Uma quadrilha especializada em furto de veículos vem agindo livre, leve e solta há quase um ano na Mauriti, entre Almirante Barroso e 25 de Setembro. O bando age entre 20h e 21h e chega ao local num Classic Preto, que tem a placa mudada constantemente. Um bandido sai para roubar os veículos e outro fica no volante com o motor ligado esperando o fim do serviço. Quase todo dia 3 carros são arrombados no perímetro e nem os veículos de policiais são poupados, como ocorreu recentemente. Câmeras de vigilância de prédios já flagraram toda a ação.

LINHA DIRETA

- O poder público espera com ansiedade o momento que os hospitais militares (Aeronáutica, Exército e Marinha) passem a colaborar e abrir suas portas à população de Belém para atendimento de pacientes com Covid-19 nesse momento de crise e colapso no sistema de saúde estadual e municipal, com oferta quase zero de leitos, falta de médicos e insumos. Até o momento esses hospitais seguem com uso exclusivo para militares e seus familiares.

- Para preservar a saúde dos cidadãos o TRE-PA disponibilizou o atendimento virtual aos eleitores através do Sistema Eletrônico de Atendimento ao Eleitor (FAE) com os serviços de alistamento, transferência e revisão para mudança de zonal eleitoral, alteração de dados ou regularização de inscrição cancelada. A data-limite para essas alterações é o dia 6 de maio.

- A Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad) divulgou, na quinta-feira, edital 002/2020 para a contratação de hotéis que possam hospedar os profissionais da saúde em Belém. É uma das formas de ajudar os que estão na linha de frente contra a Covid-19, e precisam de um suporte para exercer a sua atividade, sem colocar em risco as pessoas do seu convívio familiar.

- A missa de Sétimo Dia de Francisco Melo, ex-diretor administrativo financeiro do Grupo RBA, ocorrerá hoje e será on-line, transmitida pelo canal do YouTube “Programa Cristo Mais”, a partir das 18h. Todas as informações estão no link https://www.youtube.com /channel/UCCd0ftJDtRAhgtvBjAAMq-g

- Até a tarde da última sexta-feira, 290.706 declarações foram recebidas pelos sistemas da Receita Federal no Pará. Já na 2ª Região Fiscal (AC, AP, AM, PA, RO e RR), 658.725 contribuintes cumpriram a obrigação com o fisco federal. O prazo de entrega da declaração foi estendido até 30 de junho.

- O vencimento das cotas também foi prorrogado. A primeira cota vence no dia 30 de junho de 2020, enquanto as demais vencem no último dia útil dos meses subsequentes. A exigência de informar o número constante no recibo de entrega da última declaração de ajuste anual foi retirada.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS