Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
30°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Zenaldo sem plano de emergência para a pandemia é destaque do RD de hoje

quarta-feira, 25/03/2020, 09:42 - Atualizado em 25/03/2020, 09:43 - Autor: Repórter Diário


Fique bem informado com a coluna Repórter Diário
Fique bem informado com a coluna Repórter Diário | Arquivo

Numa live realizada na tarde de ontem em suas redes sociais, o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), mais uma vez prometeu o que não vai fazer. O alcaide não apresentou nenhum plano municipal de emergência para enfrentar a pandemia do Coronavírus e muito menos ações concretas de articulação com outras esferas de poder. A avaliação geral é que a transmissão foi evasiva e o prefeito só respondeu o que quis responder, sem trazer nada de novo. “Esperávamos bem mais da autoridade municipal. A população de Belém ficou mais uma vez e continuará durante a pandemia que se aproxima, entregue à própria sorte, infelizmente”, disse a deputada estadual Marinor Brito (Psol).

Ações

Entre as medidas propostas pela Guamá Tratamento de Resíduos em ofício encaminhado às prefeituras de Belém, Ananindeua e Marituba para não prejudicar a coleta, está a manutenção da circulação livre, sem restrição de dia ou horário dos trabalhadores das empresas e informar e conscientizar a população sobre a possibilidade da diminuição temporária da frequência dos serviços de coleta e destinação de resíduos sólidos, principalmente os domiciliares. A empresa propôs ainda às prefeituras a criação de um grupo de trabalho para tratar da crise do Coronavírus para definir ações técnicas alinhadas com as recomendações das autoridades de saúde para superar a crise com o menor impacto possível para a população.

Proteção

O Ministério Público Federal (MPF), e as Defensorias Pública da União (DPU) e do Estado do Pará (DPE), recomendaram conjuntamente à Caixa Econômica Federal e ao Banco do Brasil a suspensão das execuções extrajudiciais contra devedores de financiamento imobiliário enquanto durar a emergência de saúde pública por causa do novo Coronavírus. A medida é necessária para garantir o direito à moradia durante a pandemia. Para os órgãos, a expectativa de impacto sem precedentes na economia e na vida social brasileira, como medidas de contenção da covid-19, justificam providências extraordinárias para proteger sobretudo as camadas mais pobres da população.

Vetado

Está proibida a realização de festas ou qualquer outro tipo de aglomeração em Mosqueiro, com música ao vivo ou aparelhagem, mesmo de pequeno porte, inclusive em vias públicas e nas praias da ilha, para evitar a propagação do Covid-19. A decisão é liminar e foi tomada pelo juiz José Torquato Alencar, na última sexta-feira, em ação civil pública ajuizada pela 2ª Promotoria de Justiça de Mosqueiro. Os estabelecimentos da ilha vinham mantendo eventos festivos com música de aparelhagem que atraem muitas pessoas e aglomeração, mesmo com a pandemia de Covid-19 e as recomendações de quarentena.

Suspensão

A Defensoria Pública do Estado obteve no sábado liminar em habeas corpus coletivo deferida pelo Tribunal de Justiça do Estado suspendendo prisões de devedores de alimentos durante o período de crise do Coronavírus, com base na necessidade de contenção da propagação do vírus. A Defensoria entende que as instalações prisionais não atendem as necessidades mínimas de higiene e salubridade, dificultando a contenção da propagação da pandemia em seu interior fazendo com que apenados sejam agentes transmissores e propagadores do vírus, o que pode fazer “explodir os índices de contágio no Estado, além de causar risco para a população”.

LINHA DIRETA

A partir de hoje o DIÁRIO DO PARÁ vai disponibilizar sua edição eletrônica a partir das 7h30 para que todos os leitores e assinantes tenham acesso ao conteúdo do jornal impresso do dia logo cedo.

O acesso é gratuito e o horário antecipado valerá enquanto durarem as medidas de restrição em razão do novo Coronavírus. Para ter acesso à versão eletrônica é simples: basta acessar as lojas oficiais de aplicativos nas versões IOS e Android e baixar o aplicativo.

A Secretaria de Estado de Cultura (Secult) paralisou temporariamente obras e reparos que vinham sendo realizados em equipamentos culturais de Belém, como o Memorial da Cabanagem, Restô do Parque (no Parque da Residência) e Museu do Estado. A medida foi necessária após a Secult ser informada pela prestadora de serviço de manutenção predial sobre a liberação de seus funcionários por 10 dias, em função da pandemia de Covid-19.

Com a cidade quase deserta, a bandidagem está aproveitando da situação provocada pela pandemia para agir. À noite lojas estão sendo arrombadas no centro comercial. Um grupo dirigindo um carro branco peliculado já assaltou vários postos de gasolina na região metropolitana.

A Vale anunciou ontem uma série de medidas de suporte para seus fornecedores durante a crise provocada pela epidemia do Coronavírus. A estimativa é que a empresa injete cerca de R$ 160 milhões na economia nos próximos dias somente com a antecipação de pagamentos para pequenas e médias empresas.

A Defensoria Pública, suspendeu dia 19 todos os atendimentos presenciais ao público nos núcleos e unidades administrativas da instituição, em todo o Pará. Como o órgão recebe um grande fluxo de pessoas todos os dias, a medida objetiva evitar aglomeração e prevenir possível contaminação pelo novo Coronavírus.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS