Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Colunistas / Repórter Diário

REPÓRTER DIÁRIO

Operação investiga fraudes em prefeitura e outros destaques do Repórter Diário

sexta-feira, 31/01/2020, 09:09 - Atualizado em 31/01/2020, 09:09 - Autor: Repórter Diário


| Reprodução/MPPA

O crescimento do setor de transporte de aplicativos em Belém gera uma situação de esgotamento da oferta do serviço de táxis, afetando diretamente milhares de profissionais. A ilusão inicial de que a uberização garantiria emprego para todo mundo já não tem amparo na realidade. São constantes as reclamações quanto à demanda de passageiros. Muitos motoristas saíram do mercado convencional de táxi e migraram para os aplicativos tentando obter algum lucro. O problema é que agora tem motorista demais e passageiro de menos. E são comuns histórias sobre as dificuldades para bancar aluguel ou financiamento de carros.

PARADIGMA

O êxito do teste de carga realizado na pista de rolamento da Ponte União confirmou que a obra é uma das mais céleres e seguras da história da engenharia paraense. O presidente do Crea-PA, Renato Milhomem, acompanha os trabalhos desde o início da recuperação, logo após o acidente ocorrido no dia 6 de abril do ano passado. “É uma quebra de paradigmas para a engenharia paraense e brasileira, quanto a tempo, celeridade da obra e segurança. Estamos finalizando a obra sem nenhum acidente de trabalho, e isso é extraordinário”, disse Milhomem, ontem, durante o teste.

BENEFÍCIO

Ao contrário do ocorrido durante o governo tucano de Simão Jatene, quando acidentes parecidos resultaram em custos maiores e atraso de até dois anos na entrega da ponte da Alça Viária, a obra atual buscou soluções excepcionais de engenharia, contando com a presença do engenheiro Pedro Almeida, considerado uma das maiores autoridades em ponte estaiada do Brasil. A construção em tempo recorde vai beneficiar a população que se desloca entre a capital e as regiões sudeste e sul do Estado a partir de hoje, às 10h, quando o governador Helder Barbalho entrega a ponte.

OPERAÇÃO

Na manhã de ontem, seis equipes do Ministério Público Estadual, em conjunto com agentes do GSI (Grupo de Atuação Especial de Inteligência e Segurança Institucional), realizaram a Operação Lemniscata na prefeitura de S. Félix do Xingu, investigando supostas fraudes da gestão municipal em onze licitações para compra de material de informática. A ação foi coordenada pelo promotor Milton Lobo Menezes com apoio dos promotores locais e policiais civis. Uma denúncia anônima feita no site do MPPA originou a operação Lemniscata, que cumpriu oito mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão.

ÔNIBUS

As empresas pleiteiam reajustes maiores, mas a prefeitura luta para aprovar projeto na Câmara de Vereadores reduzindo o valor das tarifas para menos de R$ 2,00. A expectativa do prefeito é congelar o preço da passagem até que as propostas sejam apreciadas pelos vereadores. O Projeto Transporte Cidadão segue a lógica de que os recursos para financiar o sistema de transporte público não podem mais vir apenas dos próprios passageiros – com a concorrência dos aplicativos de motoristas, o setor perde mais de 20% dos usuários a cada ano, dede 2017. A notícia é real, mas a capital que planeja baratear passagens não é Belém. Estamos falando de Porto Alegre (RS).

MARCHA

O Ministério Público Federal no Pará participará da II Marcha de Belém contra o Trabalho Infantil, no próximo dia 1º de março. O evento objetiva chamar a atenção da sociedade e conscientizar a população sobre os males que o trabalho infantil acarreta. A participação foi confirmada em reunião entre o procurador-chefe do MPF no Pará, Alan Mansur, e as gestoras do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem do Tribunal de Justiça do Trabalho da 8ª Região, desembargadora Maria Zuíla Lima Dutra e juíza Vanilza de Souza Malcher.

LINHA DIRETA

A divulgação dos listões de UFPA, Uepa e Ufopa deu à cidade um clima saudosista, dos tempos em que passar no vestibular era um feito celebrado por estudantes e seus familiares. Fogos, desfile de calouros e a inconfundível marchinha de Pinduca deram o tom da festa, cada vez mais rara em outras capitais brasileiras.

A Capitania dos Portos informa que o tráfego de embarcações sob a Ponte União, antiga ponte Moju-Alça, na Alça Viária, continuará interditado mesmo após a liberação da ponte nesta sexta-feira. A retomada do fluxo aquaviário ocorrerá após a conclusão da remoção de escombros que ainda estão no rio.

Considerado um escritor “maldito” durante a ditadura militar, o paulista Plinio Marcos terá uma de suas obras interpretada em leitura dramática pelo paraense Claudio Barros, em Belém. A partir de hoje, o ator e diretor apresenta “Inútil canto e inútil pranto pelos anjos caídos (que perderam os fundamentos)”.

A obra é um conto poético e incisivo na denúncia do extermínio dos povos indígenas. Em 2020, Plinio Marcos completaria 85 anos de vida. A temporada se estende até o dia 21 de fevereiro, nos palcos do Núcleo de Conexões Ná Figueredo.

Até ontem a consulta popular sobre o Parque da Cidade já havia computado 2.194 participações no site www.parquecidade.com. Ainda há tempo para participar e dar opinião sobre o que deve constar da maior obra paisagística do século em nossa capital, realizada pelo governo do Pará através da Secretaria de Cultura.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS