Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Colunistas / Leandro Mazzini

COLUNA ESPLANADA

Liberação de créditos do Orçamento vai cobrir compra de carros blindados para ex-presidentes

domingo, 30/06/2019, 20:44 - Atualizado em 30/06/2019, 22:55 - Autor: Antônio Santos


| Reprodução

 

Muito cedo

Começou cedo, muito cedo, a disputa para o Palácio do Planalto em 2022. Ciro Gomes (PDT) está em campanha desde 1° de janeiro, usando palestras sobre economia para atacar o atual Governo. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB) trocaram a primeira farpa em público. Bolsonaro nunca engoliu Doria. Foi o paulista quem colou nele na campanha. Para os bolsonaristas, Doria tem projeto de Poder, não de gestão, e usa cargos para trampolim nacional. Já Bolsonaro entrou na onda ao ver movimentos dos adversários, e já fala em reeleição,discretamente.  

La vie en rose..

Militantes e simpatizantes criaram um comitê “Lula Livre” em Paris, formado por artistas e pensadores franceses e brasileiros que lá residem. Fazem discretos protestos.

Protegidos

A liberação de créditos do Orçamento nos próximos dias vai cobrir também a compra de carros novos e blindados para... os ex-presidentes da República. Todos eles. Collor, Dilma, FHC, Sarney e Temer (com o camburão na porta), vão se beneficiar.

Menos um

Algo estranho nos corredores do hospital. Pediu demissão o coordenador de ensino do Instituto Nacional de Câncer, Mauro Zamboni, cirurgião que já foi cotado para diretor. No mesmo INCA que, revelamos, barrou palestra do teólogo Leonardo Boff.

Carteirada

É tamanha a implicância com o aplicativo de viagens coletivas Buser que, acredite, o próprio Superintendente de Serviços de Transporte de Passageiros da Agência Nacional de Transportes Terrestres, o diretor João Paulo de Souza, foi a São Paulo para apreender um ônibus, há semanas, porque fiscais se recusaram a lavrar o auto. Ele assinou a notificação , pessoalmente.

Atrasadona

Como a Coluna tem citado no embate ANTT x Buser, a falta de normas e regras para novas tecnologias causa colisão burocrática na pista. A Agência já estuda (com atraso) normas e nega que fiscaliza o app, e sim as empresas fornecedoras dos veículos.

 Voo alto

A prorrogação de 30 contratos por tempo determinado do Instituto de Fomento e Coordenação Industrial (IFI), órgão da Aeronáutica que faz a certificação e normalização de equipamentos e sistemas usados pela Força Aérea, irá custar R$ 1,7 milhão em 2019, R$ 3,2 milhões em 2020 e R$ 1,7 milhão em 2021.

Rasante

A justificativa do Governo, na Medida Provisória 887/2019, é de que a prorrogação se deve ao novo cronograma do projeto KC-390, cargueiro de uso militar certificado pelo IFI, fabricado pela Embraer. A conclusão da certificação da aeronave estava prevista para o terceiro trimestre de 2018, mas deve se estender até o 2021.

Turistando

Indicado pelo presidente Bolsonaro como vice-líder do Governo na Câmara e hoje cotado para substituir Marcelo Álvaro no Ministério do Turismo, caso este caia do cargo, o deputado Herculano Passos (MDB-SP) coleciona condenações e processos na Justiça. Herculano foi condenado duas vezes por improbidade administrativa e é réu em ação civil pública por supostas irregularidades em licitações.

Torniquete 1

A Força-Tarefa Previdenciária – composta pela Secretaria de Previdência, Polícia Federal e MP Federal – intensificou nos últimos dias ações para combater fraudes em aposentarias. No Ceará foi desarticulada organização criminosa que fraudou cerca de 600 benefícios. O prejuízo chega a R$ 15 milhões.

Torniquete 2

Em Santa Catarina, o alvo foi um vereador acusado de participação na concessão fraudulenta de 16 benefícios de segurado especial. Fraude chegou a R$ 450 mil. Mas a “interrupção dos pagamentos desses benefícios” vai gerar economia de R$ 4,5 milhões. Em 2018, a força-tarefa estancou perdas de R$ 463 milhões aos cofres públicos.

Ele merece

Mais conhecido artista plástico brasileiro hoje, o muralista Eduardo Kobra recebeu 40 convites internacionais. Além da agenda apertada, o entrave é o inverno em algumas cidades. 

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS