Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
25°
cotação atual R$

Colunistas / Guilherme Augusto

COLUNA DO GUILHERME AUGUSTO

Correios alertam sobre 'situação delicada' e prejuízo de R$ 3 bilhões

sexta-feira, 04/10/2019, 08:46 - Atualizado em 04/10/2019, 11:26 - Autor: Guilherme Augusto


| Agência Brasil

Reajuste dos Correios: 3%

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu, na quarta-feira passada, 2, a propósito do dissídio coletivo ingressado pelos Correios em setembro, sobre o reajuste salarial e dos benefícios em 3% e a manutenção da maioria das cláusulas vigentes dos acordos coletivos anteriores, entre elas as que se referem ao vale alimentação/refeição, vale cultura e adicional de férias.

Prejuízo chega a bilhão

Os Correios cumprirão integralmente a decisão do TST, mas alertam, segundo a Assessoria de Imprensa da empresa, para a delicada situação financeira da estatal, que já acumula um prejuízo de aproximadamente R$ 3 bilhões. As condições econômicas dos Correios foram comentadas no parecer divulgado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) no último dia 30. Em sua avaliação sobre as cláusulas do Acordo Coletivo de trabalho, o órgão considerou que algumas delas têm percentuais acima do mínimo previsto pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), com valores incomuns se comparados com outras categorias.

Existência ameaçada

O documento do MPT ressalta, ainda, que algumas conquistas hoje consideradas históricas pelos empregados foram obtidas em “tempos em que a situação econômica da empresa estava em outra realidade”. Para o MPT, “se faz necessária a flexibilização do direito do funcionário a fim de preservar a existência dos Correios”. Atualmente, as despesas com pessoal equivalem a 62% dos gastos anuais da estatal, de acordo com a empresa.

À beira do

precipício

Equador decreta estado de exceção após alta de 123% da gasolina. A Argentina perdeu o controle da inflação. A Venezuela vive tensão permanente de pré-golpe. O Peru não tem presidente e o Congresso foi dissolvido. Assim caminha o continente sul-americano em direção ao precipício.

Cidadão parisiense

Mesmo preso, o ex-presidente Lula vai receber o título de Cidadão Honorário de Paris. Estará na ilustre companhia do Raoni, desafeto de Bolsonaro, e de Mandela.

Peso da fé

Amigo da coluna com vários Círios no costado observa que a festa paraense talvez seja a única no mundo na qual até os judeus participam das comemorações.

Abono seletivo

O abono do Círio na Assembleia Legislativa (R$ 200) só será recebido pelos servidores efetivos. Os comissionados foram excluídos. Em anos anteriores ninguém ficava de fora.

Refúgio

A propósito do sumiço dos periquitos da Praça Santuário de Nazaré por causa dos foguetes, na quinzena do Círio, um colaborador garante que as espalhafatosas aves, ou parte delas, estão em Belém, na praça em frente ao Terminal Rodoviário, bairro de São Brás. “Se tivesse um quintal com árvores frondosas, como tinha quando era criança, elas seriam bem-vindas”, diz.

Utilidade pública

A Polícia Federal poderia contratar o colaborador que descobriu em um dia o refúgio dos periquitos para encontrar o paradeiro do Queiroz.

153 anos

O Museu Goeldi faz inaugurações hoje para comemorar o aniversário dos153 anos do Parque Zoobotânico da prestigiada instituição. Às 10h.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS