Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
28°
cotação atual R$

Colunistas / Gerson Nogueira

GERSON NOGUEIRA

Ansiedade e artilharia dominam volta do futebol paraense

quarta-feira, 10/06/2020, 08:57 - Atualizado em 10/06/2020, 09:06 - Autor: Gerson Nogueira


Goleiro Vinícius admitiu que tem sofrido muito com a espera para retornar ao futebel
Goleiro Vinícius admitiu que tem sofrido muito com a espera para retornar ao futebel | Samara Miranda/Remo

Ansiedade domina artistas da bola

Não é só o torcedor que se mostra agoniado com o longo e forçado jejum de bola. Os atletas, artistas do espetáculo, revelam a cada nova entrevista a ansiedade pela retomada das atividades, revelando o quão difícil é suportar tanto tempo longe dos treinos e partidas oficiais.

Ontem, em vídeo disponibilizado pela assessoria do Remo, o goleiro Vinícius admitiu que sofre muito com a espera. Afirmou, ainda, que receia a volta aos jogos sem a presença do torcedor azulino nos estádios.

Reafirmou os cuidados com o cumprimento do protocolo interno definido pelo clube, que inclui treinamentos monitorados por videoconferência. Para um atleta disciplinado como o goleiro azulino, a missão de manter a forma é item primordial a essa altura da quarentena.

Ocorre que, ao mesmo tempo em que se preparam, os jogadores vivenciam mais de perto as responsabilidades familiares, o que torna ainda mais desafiador o inédito processo de confinamento.

Há também jogador envolvido com a luta diária pela sobrevivência e a necessidade de complementação de renda. É o caso do meia-atacante azulino David Lima, promissor jogador revelado nas bases do clube, que tem se dividido entre a atenção aos treinos e o trabalho como entregador de pizza e serviços de refrigeração.

Pai de duas crianças e residente no conjunto Júlia Seffer, em Ananindeua, o habilidoso jogador tinha vaga garantida no time do Leão que iria disputar o Parazão sub-20, com possibilidade de ganhar chance na equipe profissional, mas as medidas de isolamento alteraram seus planos.

Com a maturidade adquirida na luta por oportunidade no futebol, David revela que a melhoria de renda é uma atitude de comprometimento com a família. Mesmo com salário pago pelo Remo, ele viu a necessidade de contribuir para tornar a situação em casa mais tranquila.

Muitos companheiros de ofício enfrentam sérias dificuldades, alguns com atrasos salariais e problemas até para prover a família. David, mesmo na expectativa pelo retorno aos gramados, não perde de vista as lições que a vida impõe. Não deixa de ser uma forma de amadurecimento pessoal.

Aos 19 anos, Davidestá nas categorias de base do Leão desde 2013, oriundo do futsal. Reconhecido como uma joia do clube, conquistou títulos e disputou torneios nacionais. Desde 2018, está no elenco profissional.

Atletas rejeitam quebra de acordo sobre intervalo entre jogos

A Federação Nacional dos Atletas de Futebol está manifestando um importante posicionamento, com força suficiente para atrapalhar vários dos planos da CBF para o reinício das atividades no pós-pandemia. A entidade, após consultar jogadores em todo o país, rejeita a alternativa proposta pela CBF de diminuir o intervalo entre as partidas de 66 horas para 48 horas, a fim de completar o calendário de 2020.

“Nós fizemos a consulta. Todos disseram não. Não pode haver jogo com intervalo inferior a 66 horas. A Fenapaf não está autorizada a quebrar o acordo, pois a categoria não aceita”, disse Felipe Augusto, presidente da federação. Ele se refere ao acordo firmado com a CBF há três anos, em Campinas (SP), estabelecendo intervalo mínimo de 66 horas.

Pelo acertado, se um clube quiser jogar no intervalo diferente, pode fazer isso desde que os atletas não sejam os mesmos.

Artilheiro do Parazão ganha oportunidade no Cariocão

Artilheiro e principal destaque individual do atual Campeonato Estadual, o atacante Pecel aproveita o breve espaço de tempo entre o futebol do Rio de Janeiro e o do Pará para mostrar suas qualidades a um público muito maior. Ninguém desconhece o potencial da vitrine que é a competição carioca, prevista para reiniciar no final deste mês.

Pecel, 28 anos e autor de oito gols (em oito jogos) no Parazão, vai defender o Boavista na reta final do Carioca. A equipe é dirigida por Paulo Bonamigo, amigo do presidente Helinho, que trabalhou como jogador sob o comando do técnico. O Boavista é a grande surpresa do torneio carioca.

O Castanhal renovou o contrato de Pecel até o fim do ano e o liberou sem ônus para jogar as etapas finais do certame do Rio. Em 3º lugar na classificação e candidato ao título, o Japim disputará o restante do Parazão, nem que seja em dezembro, segundo Helinho. O goleador deve voltar a tempo de disputar semifinais e, eventualmente, a final do campeonato.

Flamengo mantém a defesa da volta imediata dos jogos

Espécie de tiete de Jair Bolsonaro, com quem partilha as mesmas ideias contra o isolamento durante a pandemia, o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, teve uma discussão acalorada durante programa do canal Sportv e deixou claro que a depender de sua vontade a bola já estaria rolando, independentemente do número de vítimas diárias da covid-19 no Rio de Janeiro. Com o conhecido tom arrogante, Landim avalia que está liderando um processo de “modernização” do futebol no país.

O governo autorizou a liberação de diversas atividades, entre as quais o futebol, em decisão vista como um gesto do governador Wilson Witzel, rubro-negro de carteirinha, em benefício das pretensões do clube. A medida foi inicialmente barrada na Justiça e novamente confirmada ontem.

Landim defende o protocolo da Federação Carioca que prevê a volta aos treinos e garante que o Flamengo “protegendo jogadores e as famílias”, como se fosse o suficiente dentro de um esporte que envolve muito mais pessoas e famílias. Alega que nenhum jogador ou membro da comissão técnica foi contaminado, até o momento.

Botafogo e Fluminense mantêm posição contrária ao Flamengo e à Ferj, postulando que o futebol seja reiniciado apenas depois de confirmado o declínio da pandemia no Estado.




Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS