Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis

Previsão do Tempo
26°
cotação atual R$

Baladas e Badalados

CRIME

Presos integrantes de quadrilha que planejavam roubo de um avião no Pará

quarta-feira, 02/10/2019, 15:16 - Atualizado em 02/10/2019, 15:16 - Autor: Com informações da Ag. Pará


| Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil do Pará prendeu, na última terça-feira (01), Marciel dos santos, Luiís Gonzaga Neto, e José Ataígo Alves Barbosa. Os acusados são suspeitos de estarem planejando o roubo de um avião de pequeno porte (mediante sequestro do piloto), que culminaria em um crime ainda maior, que seria o roubo de 60 quilos de ouro de um garimpo da região.

De acordo com as investigações, a associação criminosa liderada por Marciel ou “Ciel”, como também é conhecido, veio pra Santarém há cerca de uma semana com o intuito de fretar um avião para supostamente transportar operários de uma empresa de mineração, com saída prevista, para acontecer, de Santarém tendo como destino um município não revelado. Eles foram presos no interior de um hotel localizado no centro comercial da cidade de Santarém.

A ação foi realizada por meio do Núcleo de Apoio à Investigação no Baixo e Médio Amazonas – NAI/BMA do Núcleo de Inteligência Policial - NIP, juntamente com a Polícia Militar de Santarém e Itaituba, sob comando do titular do Núcleo de Apoio à Investigação no Baixo e Médio Amazonas – NAI/BMA, delegado Sílvio Birro.  

O titular do Núcleo de Apoio à Investigação no Baixo e Médio Amazonas – NAI/BMA, delegado Sílvio Birro explica, que no trajeto da referida viagem os suspeitos simulariam a necessidade de se fazer um pouso improvisado em uma pista por eles informada, ocasião em que surpreenderiam o piloto e tomariam a aeronave de assalto. Segundo o delegado, diante disso, com a ajuda de um piloto próprio seguiriam com o avião para um esconderijo, onde ficaria à espera da execução da segunda etapa do plano, que seria o roubo do ouro. "Para potencializar o seu poder de convencimento, visando fretar o avião o grupo chegou a mandar fabricar uniformes falsos de uma suposta empresa de mineração, material esse encontrado em poder dos presos no hotel”, enfatiza. 

No local foram encontrados vários elementos indicativos de provas do pleito criminosos, como documentos, anotações, falsos uniformes, celulares. O trio foi autuado em flagrante delito na forma da Lei por Associação Criminosa, e após isso, encaminhado à Central de Triagem de Santarém, onde permanecerá à disposição da justiça. As investigações prosseguem com o intuito de alcançar outros envolvidos na empreitada criminosa.

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS