Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


28°
R$

Baladas e Badalados

DESCASO

Abandono da orla de Icoaraci afasta moradores e turistas

quinta-feira, 12/09/2019, 08:04 - Atualizado em 12/09/2019, 08:04 - Autor: Tiago Furtado


Parte da orla está em processo de erosão, cheia de buracos e mato alto, afastando frequentadores.
Parte da orla está em processo de erosão, cheia de buracos e mato alto, afastando frequentadores. | Ney Marcondes/Diário do Pará

Importante espaço de lazer para moradores e turistas, a orla de Icoaraci sofre com a falta de manutenção. São diversos problemas que se espalham pelo lugar, afastando os visitantes. Desde os buracos ao longo da calçada e das vias, que começa a sofrer com o processo de erosão e mato alto, até a falta de reparos nas pistas de skates e dos equipamentos da academia ao ar livre.

Quem vive no distrito não esconde a frustração com a situação. Para eles, o espaço precisa urgentemente de uma obra de revitalização. Morador do distrito há 55 anos, Paulo Serra, de 71 anos, afirma que a estrutura do local não acompanha as mudanças da sociedade. “Com o passar do tempo a população aumentou e a estrutura não acompanhou esse crescimento. A estrutura está péssima, tem muita gente de fora que quando chega aqui balança a cabeça negativamente. Dá até vergonha de dizer que sou morador de Icoaraci”, desabafa.

 

Um dos pontos que sofre também com o abandono é o Mirante de Icoaraci, bem ao lado do trapiche de embarque para Cotijuba, que se encontra interditado e atualmente serve de abrigo para moradores de rua. “Não tem obra, não tem nada”, resume a moradora Marta de Almeida. Para ela, já deviam ter pensado em um projeto de limpeza e revitalização do local, pois com a proximidade do Círio de Nazaré, o número de turistas no local costuma ser maior. “Está chegando o Círio e o lugar está a maior imundice, a orla está se acabando mesmo. A gente fica decepcionado com esse prefeito. Isso aqui era pra ser muito bonito, dar orgulho pra gente, mas hoje é só decepção. Está tudo horrível e não era pra ser assim”, resumiu.

EXTRA

Os problemas existentes no local afetam não só os moradores, mas também quem busca garantir uma renda extra, como o frentista José Rodrigues Cruz, 35. Trabalhando no local desde 2008, ele afirma que a falta de estrutura, aliado ao processo de erosão e falta de coleta regular de lixo, contribui para o afastamento dos visitantes. “Isso prejudica a todos, inclusive a gente que trabalha. Ninguém quer estacionar aqui. Era pra ser um ponto turístico, mas com essa situação, afeta até o pessoas das ilhas porque os visitantes decidem não vir”, observa.

RESPOSTA 

Em nota, a Prefeitura de Belém informa que a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) já realizou levantamento das necessidades na orla de Icoaraci e está montado um cronograma de obras nas calçadas. A Secretaria de Saneamento (Sesan), informa que a ação de limpeza na orla do distrito é feita regulamente, com serviços de varrição e coleta de lixo diariamente, além da capinação, que é feita de forma programada.

Parte da orla está em processo de erosão, cheia de buracos e mato alto, afastando frequentadores.
Parte da orla está em processo de erosão, cheia de buracos e mato alto, afastando frequentadores. | Ney Marcondes/Diário do Pará
Parte da orla está em processo de erosão, cheia de buracos e mato alto, afastando frequentadores. | Ney Marcondes/Diário do Pará

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS