Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


24°
R$

_

_

Pré-carnaval de Belém termina neste final de semana, na Cidade Velha, com blocos e bandas

sexta-feira, 22/02/2019, 11:51 - Atualizado em 22/02/2019, 11:51 - Autor:


Em clima de despedida, mas ainda de muita diversão, os foliões de Belém se preparam para o último final de semana de pré-carnaval no bairro da Cidade Velha. Amanhã, Amigos do Urubu e Xibé da Galera são os blocos que agitam durante o cortejo nas ruas. Já no domingo, a folia de Momo dá espaço para o Axé, com a presença do Bloquinho do É o Tchan. Também é a vez dos tradicionais blocos que reúnem multidões atrás dos trios, com Fofó de Belém e Fofó do Lino.


Após a badalação nas ruas, os brincantes seguem para as casas de shows, onde vão curtir as atrações oferecidas pelos blocos. No sábado, a festa será garantida com a presença de Jammil e Uma Noites, Baianeiros, Mizerê e Virtudão. Eloi Iglesias comanda a agitação no domingo no Fofó de Belém. No bairro do Reduto, a festa será no Porto Music Belém, com o Bloquinho do É o Tchan.


Nos últimos quatro finais de semana, uma média de 32 mil pessoas se divertiram nessa programação que antecede o Carnaval. E para o último final de semana, esse número pode alcançar o dobro de brincantes, de acordo com a organização. “Por ser o último final de semana e o Bloco do Urubu ser um dos maiores, poderá chegar a 50 mil pessoas no sábado e 60 mil no domingo. Dados da polícia mostram que no ano passado esse número chegou a 100 mil. Como é o encerramento, sempre tem um público bem maior”, explica Fabiano Scherer, presidente da Liga dos Blocos da Cidade Velha.


A bateria da Associação Carnavalesca A Grande Família será uma das atrações do bloco. “A gente gosta muito de trabalhar com artistas da terra, então convidamos a bateria para animar os foliões. Em seguida, por volta das 16h, terá trio elétrico e depois a festa segue no Insano, com as bandas Mizerê, Baianeiros e Jammil e Uma Noite”, diz.


A expectativa é a mais confiante possível, segundo o diretor do Bloco Amigos do Urubu, Diogo Novaes. “O Urubu tem tradição de dez anos nessa diversão, então é alegria na certa. Queremos uma grande festa, uma celebração para que todo mundo se divirta. Urubu tem esse espirito: é um bloco de pessoas muito alegres, bloco que não tem histórico de violência. Conta ainda com um trabalho legal que levanta a bandeira do feminismo”, detalha.


Com um pé na defesa do meio ambiente e o outro na diversão, há 14 anos nesta programação, o Bloco Xibé da Galera deve reunir cerca de cinco mil brincantes, projeta Mário Rodrigues, diretor do bloco. “O Xibé é feito de moradores da Cidade Velha e convidados. É o único que é diferente, pois nós não trabalhamos com abadás, nosso bloco estimula o uso de fantasia. Temos ainda um trabalho ecológico com a venda de canecas. A compra da caneca dá o direito de beber batidas regionais para bancar a estrutura, como som, trio, segurança”, ressalta.


É também um bloco que incentiva a participação de pessoas de várias idades, segundo Rodrigues. “Não tem idade para participar, idosos, famílias inteiras e amigos. A gente se preocupa com o patrimônio, por isso, temos o uso da caneca, que evita que as pessoas joguem descartáveis na rua, além disso, nosso som tem som frontal e traseiro, que preserva o patrimônio”, completa. 


(Wal Sarges/Diário do Pará)


Belém já virou uma casa do É o Tchan




Compadre Washington e Beto Jamaica vão animar o pré-carnaval dos foliões na Cidade Velha. Foto: Divulgação


"Segura o Tchan", "Dança do Bumbum" e "Cordinha" são alguns dos maiores sucessos do grupo baiano É o Tchan, que Beto Jamaica e Compadre Washington prometem relembrar no bloco que vai animar os foliões no pré-carnaval de Belém, amanhã, no Porto Music, a partir das 16h. O bloco conta ainda com as atrações locais Baladeros, Mizere e Dj Cocino. “As músicas da antigas não podem faltar e tem música nova também que precisamos mostrar para o público aprender. É ‘Academia do Tchan’, que incentiva as pessoas a malharem, ficarem preparadas para o verão e para o ano inteiro”, antecipou Compadre Washington. Durante a apresentação no bloco o grupo vai aproveitar para lançar essa música nova, composição assinada por Jorginho Barbosa,Buja Ferreira e Pé de Pato.


A banda começa a cumprir agenda de Carnaval nesta sexta-feira, com apresentação no Ceará, depois dá um pulo em Belém, volta para Salvador e segue para outros Estados. O grupo que foi sucesso nos anos de 1990 e início de 2000 completa duas décadas de vida e volta ao cenário musical com os dois vocalistas da formação original e uma ajudinha da mídia, pois bordões como “sabe de nada, inocente” e “ordinária”, ditos por Compadre Washington, passaram a ser veiculados em propagandas de TV, ganharam popularidade e chegaram à internet com “memes”, conteúdo divulgado de forma livre e que acaba ganhando várias versões. Nem precisa dizer que pegou geral. 


O público mais velho deve ir aos shows movido pela nostalgia, mas a banda acredita numa renovação de fãs. “A propaganda ajudou, só que com esse momento nostálgico as pessoas querem ouvir coisas boas, nostalgia dos anos 90 e nessa época o Tchan era sucesso. Esse público está se renovando, fazemos shows e o público que vai é muito novo, cantando tudo, fazendo coreografia e para gente é maravilhoso”, contou Washington.


Já as famosas dançarinas que chamavam atenção pelas curvas, Sheila Melo, Scheila Carvalho, Carla Peres, Débora Brasil e Aline Rosado, além do dançarino Jacaré, já não fazem parte do retorno do grupo, que hoje lança mão da contratação de companhia de dança para compor o quadro de bailarinos nos shows. O grupo já se apresenta em Belém e tem um público cativo desde o primeiro nome da banda, e no pré-carnaval da cidade. “A relação da gente com Belém é muito boa, Belém nos abraçou desde da época do Gera Samba e sempre que estamos aí, graças a Deus é sucesso. A expectativa é a melhor possível, tem mais de cinco meses que não vamos em Belém”, finalizou Compadre Washington.


(Aline Rodrigues/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS