Edição do dia

Edição do dia

Leia a edição completa grátis


25°
R$

_

_

Público homenageia Bolaños no estádio Azteca

domingo, 30/11/2014, 16:22 - Atualizado em 30/11/2014, 17:35 - Autor:


O corpo de Roberto Bolaños, criador dos personagens Chaves e Chapolin, chegou ao estádio Azteca, na Cidade do México, para a missa que será realizada em sua homenagem. Aos gritos de "Chesperito! Chesperito!", o carro vermelho que levava o corpo do ator trazia flores e duas estátuas de ferro simbolizando Chaves e Chapolin.


 


Sob aplausos, o veículo deu uma volta pelo estádio, sempre próximo ao público, que alternava gritos de "Bravo!" com o canto "Se vê/Se sente/Chaves está presente".
Sua mulher, Florinda Meza, chegou minutos antes, acompanhada de seu filho e chorando muito.


O estádio Azteca, com capacidade para cem mil pessoas, está com todas as suas arquibancadas inferiores lotadas. A polícia local acredita que o público que acompanha a cerimônia deve chegar aos 20 mil ao todo.


Bandeiras do Brasil, da Costa Rica e de outros países latinos são mostradas o tempo todo em meio às arquibancadas. Em um determinado momento, o sinal do SBT foi transmitido no telão do estádio, com a apresentadora Eliana mostrando imagens do cortejo do corpo até o local.


A homenagem está sendo organizada pela emissora Televisa, onde Bolaños trabalhava.


As séries "Chaves" e "Chapolin", fenômenos na TV na América Latina, em especial no Brasil -o programa é exibido há 30 anos no SBT-, passava por problemas respiratórios havia muitos anos. Em 2012, ele foi internado em um hospital da Cidade do México devido a uma insuficiência respiratória. Segundo a Televisa, Bolaños morreu de causas naturais.


(Folhapress)

Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS