Notícias / Cultura

EDIÇÃO ELETRÔNICA

Artistas paraenses fazem show em Bragança

Sexta-Feira, 21/12/2012, 05:43:18 - Atualizado em 21/12/2012, 06:16:55 Ver comentário(s) A- A+

Artistas paraenses fazem show em Bragança (Foto: Divulgação)
(Foto: Divulgação)

Começa hoje a programação musical da 214ª Festividade de São Benedito, quando vários nomes da música paraense se apresentarão até o dia 25, véspera do encerramento da maior manifestação religiosa e cultural do povo bragantino.

A noite de abertura será marcada pelos shows dos grupos bragantinos Alvorada dos Guarás e Tribo de Mani, cujo repertório é tipicamente regional, com letras exaltando elementos culturais do município, a partir das 21h.

Como a marujada dança de 21h às 23h, na Barraca da Maruja, que fica ao lado do palco armado no Largo de São Benedito, os shows de sábado, só iniciarão à meia-noite, quando Juliana Franco e Geraldo Nogueira cantarão clássicos de Paulinho Viola, João Nogueira, Cartola e outros grandes sambistas. Em seguida, a cantora bragantina Judite Nascimento fará show à base de pérolas da MPB. “Sabemos da importância da programação musical em agregar valores culturais à festividade, dando oportunidade para nossos artistas apresentarem seus talentos e o povo bragantino de ter acesso à produção paraense, entretanto, há um ritual obedecido há 214 anos que jamais poderá se quebrado. Então, fazemos essa adequação de horários para que o genuíno não seja modificado. Afinal, é por causa dessas resistências que garantimos nossa tradição intacta” justificou João Batista Pinheiro, presidente da Irmandade de São Benedito da Marujada de Bragança.

A noite de domingo será a mais pop da programação. O primeiro a entrar em cena será Almirzinho Gabriel, com repertório próprio e algumas composições do circuito nacional que serão gratas surpresas para todo mundo cantar junto, segundo ele.

Depois, o palco fica com Felipe Cordeiro, que se apresentará pela primeira vez em Bragança, onde, há quatro décadas, mora o seu avô paterno Raimundo Cordeiro, tios, cidade em que seu pai e guitarrista, Manoel Cordeiro viveu a juventude, e o trouxe desde criança para passar férias e finais de semana. “Bragança sempre foi um lugar muito especial pra mim desde a infância, quando ia levado pelo meu pai. Depois de adulto, passei a frequentar por milha escolha, já ciente de todo o charme e da cultura do lugar. Então, se para qualquer artista é uma honra tocar neste evento, imagine a minha alegria”, revelou o paraense, cujo show marcará a estreia de um nome do circuito nacional na programação da Festividade de São Benedito de Bragança.

Devido ao natal, não haverá programação musical no dia 24 e a noite de encerramento, 25, ficará por conta de Toni Soares que fará dois shows de cunho religioso. O primeiro, no formato intimista, às 9h, após a missa, na Igreja de São Benedito. Depois, acompanhado por uma banda, o cantor e compositor sobe ao palco para fazer a segunda apresentação, novamente com repertório temático para a ocasião. “Cantarei composições do meu CD mais recente Caminhando com São Benedito e do primeiro, Soul de São Benedito, que são canções inspiradas neste momento que estamos vivendo agora, aqui em Bragança, proporcionando à programação musical o cunho religioso da festividade”, justificou o bragantino Toni Soares, que voltou a morar na terra natal há seis anos, período em que produziu seu mais recente lançamento.

O evento é uma realização da Irmandade de São Benedito da Marujada de Bragança com apoio do Governo do Estado e deputada Simone Morgado.

(Diário do Pará)

Leia também:

Comentários