CARREGANDO...

Comentários

Deixe seu comentário

Comentários

maria irene dos santos

nossa adoreii a reportagem fiquei realmente emocionada ,nossa muito força de vontade desse povo nosso tao pertinho de nos mais tao esquecidod pelas nossa atoridadaes

Ailton Aguiar

Parabéns por essa ótima produção!

MARIA

Uma matéria muito bem elaborada. Nota-se que é necessário muito empenho das autoridades na elaboração e execução de políticas públicas direcionadas aos quilombolas, principalmente no que se refere ao aprimoramento do ensino fundamental e médio, ainda muito deficiente naquelas comunidades.

antonio charles da paz

muito bom! tem como mandar na forma de artigo para meu e-mail. Charles 999849196 contato

Ari

Parabéns pela reportagem. Isto mostra a desigualdade existente em nosso país, e nos enche de esperança pelos programas que visam incluir os excluídos, especialmente por se tratar dos afrobrasileiros.

Rquel

Parabéns pela bela reportagem, a realidade dos quilombolas do Brasil em relação a educação foi muito bem retratada. Reportagens como essa contribuem para diminuir a invisibilidade desta população e seus direitos.

João Meirelles

Excelente iniciativa de tratar tema tão importante é pouco visível para a sociedade.

Salatiel

Parabéns ao DOL pela reportagem,a divulgação desse trabalho é muito importante para que a parcela da sociedade ainda preconceituosa tenha conhecimento dos direitos e deveres a serem cumpridos, e também coloca em discussão essas dificuldades educacionais que nós de comunidades quilombolas enfrentamos desde ensino básico.

Larissa

Excelente reportagem! A questão dos remanescentes de quilombolas é muito complexa e, infelizmente, pouco compreendida pela maioria da população, que pensa ser apenas um caso de "integrar" essas comunidades ao nosso modo de vida (pensamento que também recai sobre os indígenas). Esse especial é um verdadeiro serviço à sociedade. Parabéns também pelas fotos! Estão belas e muito significativas.

Henrique

Parabéns, DOL! Vcs estão cada vez melhores na abordagem de assuntos tão importantes! Precisamos mesmo disso. Parabéns.